30.7.14

Onde anda o meu amor?

Eu não preciso do seu choro agora.
Eu chorei por ti durante toda a sua existência.
Não me diga que estás arrependido agora.
Não me arrependo de nada do que fiz por você.
Você não lembra dos dias em que embalei seu corpo para dormir.
Eu me lembro dos dias em claro com você nos meus braços.
Você cantava a melodia do choro.
Eu cantava para ti ninar.
Você dormia em meus braços.
Eu tinha dores em minhas costas por te segurar.
Você sorria quando acordava.
Eu vivia enquanto você sorria.
Você saia as noites.
Eu errava em te deixar ir.
Você virou as costas para mim.
Eu continuo a te amar.

Mas agora é tarde para me encontrar.

Nenhum comentário: