18.1.21

Agroindústrias de beneficiamento de leite são vistoriadas para o processo de certificação


Agroindústrias de beneficiamento de leite de empreendimentos da agricultura familiar apoiados pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SR), receberam, no período de 12 a 15 de janeiro, a visita técnica de uma equipe formada por técnicos da CAR/SDR e da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri). O objetivo da ação conjunta foi a vistoria desses laticínios para a emissão do Laudo de Inspeção final.

Integraram a comitiva a engenheira Gislane Mendes e o assistente técnico José Antonio, ambos da CAR/SDR, e Isaias Ferreira Castro Junior, fiscal da ADAB. A vistoria final foi realizada nos laticínios da Associação Beneficente da Fraternidade Comunitária da Comunidade de Marota Adjacência, em Caturama; da Cooperativa Mista Agropecuária de Senhor do Bonfim; e da Cooperativa Mista de Agricultores Familiares e Produtores de Leite de Santa Barbara (Coafasb). Juntos, esses laticínios, que têm investimentos da ordem de R$3,6 milhões, irão beneficiar diretamente 3.270 famílias, com a produção de leite pasteurizado, iogurte, manteiga e queijo. A capacidade instalada de produção de cada uma das unidades é de 10 mil litros de leite por dia.

“Um laticínio, que tem investimento da ordem de R$1 milhão, e capacidade de processar 10 mil litros de leite por dia, tem o potencial de injetar na economia do município onde está instalado, e de outros que estão envolvidos no processamento, cerca de seis vezes mais do que foi investido, por ano, tanto com a compra direta do leite dos produtores, quanto na comercialização de produtos beneficiados, movimentando a economia do município. Esses empreendimentos têm ainda o potencial de gerar emprego e renda”, destacou o chefe de gabinete da SDR, Jeandro Ribeiro.

Cartlito Freitas de Jesus, presidente da Coafasb, falou da expectativa de colocar para funcionar o laticínio: “Nosso município é carente desses itens que serão produzidos na agroindústria, sendo abastecido pelo mercado informal. Por isso, queremos dar mais agilidade ao processo para que nós tenhamos produtos de qualidade. Com o laticínio, acredito que vai melhorar muito. Além disso, poderemos ter entre 100 a 120 empregos diretos e até mais de 300 indiretos, gerando renda para essas e outras famílias agricultoras, não cooperadas, que devemos agregar no decorrer do tempo.

O diretor de Inspeção da ADAB, Rafael Mendes, afirmou que essa parceria entre a Adab/Seagri e CAR/SDR, é como um “casamento perfeito”, já que a ADAB é um órgão de fiscalização e regularização, para o registro de agroindústrias, como essas de pequeno porte visitadas essa semana: “Esse é um desejo do Governo e buscamos esse alinhamento, tanto que a agência promoveu uma legislação para agroindústrias de pequeno porte, que vai poder alavancar esses projetos da agricultura familiar, que a SDR vem acompanhando. Teremos um grande avanço e será possível viabilizar esses projetos do Governo, especialmente neste momento de pandemia, com a garantia da segurança e seguridade do alimento para a sociedade, através do Selo de Inspeção, que vai garantir as mínimas condições para a produção e comercialização desses alimentos”.

Foram também visitadas nesta semana as agroindústrias da Cooperativa Agropecuária da Chapada Diamantina (Coapechad), no município de Ruy Barbosa, a Cooperativa Regional dos Produtores de Leite e Derivados (Cooplamac), em Macaúbas, e a Associação Novo Paraíso, em Capim Grosso. O objetivo foi realizar a vistoria de acompanhamento da execução das obras.


Produção de leite na Bahia

 

Para fortalecer esse sistema produtivo estratégico, o Governo do Estado, via SDR, a partir de ações executadas por suas unidades, investe recursos na produção da agricultura familiar. Por meio da CAR, estão sendo construídas ou requalificadas agroindústrias, o que possibilita agregar valor à produção. A Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) atua no serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater); a Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), no fomento à produção; e a Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA) vem assegurando a regularização fundiária das propriedades dessas famílias agricultoras, que passam a ter segurança jurídica para acessar outras políticas públicas como a do crédito.

No estado da Bahia são, aproximadamente, 50 laticínios recebendo, atualmente, investimentos do Governo do Estado, que irão garantir a comercialização da produção, como também, um produto de qualidade para o consumo, com valor agregado, a exemplo do leite, iogurte, queijo ou requeijão. Os produtos podem ser certificados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), ou do Serviço de Inspeção Federal (SIF), que determinam a abrangência da área de vendas.

Nenhum comentário: