Dimas Roque: 09/01/2014 - 10/01/2014

26.9.14

Bahia fará transplante de coração, pulmão e terá Banco de Multitecidos.

A Bahia realiza transplantes de osso, córnea, medula óssea, e órgãos como fígado e rim. Em breve, os pacientes que precisam de transplante cardíaco também não vão precisar sair do estado. O Ministério da Saúde credenciou o Hospital Ana Nery (HAN), no bairro da Caixa D’Água, em Salvador, para iniciar o procedimento. A unidade de saúde está em fase de estruturação e treinamento dos profissionais, além de aguardar a autorização para realizar transplante de pulmão.

No último dia 22 de agosto, o Hospital Edgard Santos (Hupes) promoveu o primeiro transplante de pele da Bahia. Com mais de 80% do corpo atingido por queimaduras de 2º e 3º graus, um garoto de 11 anos recebeu o aloenxerto, que é o enxerto com pele oriunda de doação de órgãos e tecidos.

Para viabilizar mais procedimentos como este na Bahia, sem a necessidade de recorrer a outros estados, a Secretaria da Saúde (Sesab) pretende implantar um Banco de Multitecidos (pele, osso e válvulas cardíacas), que será financiado com recursos do Ministério da Saúde. “O banco está em fase de estudo. A gente está tratando do projeto arquitetônico e definindo o local onde será instalado”, explica o coordenador estadual do Sistema de Transplantes, Eraldo Moura.

Começa hoje a Festa do Feijão em Senador Rui Palmeira.

O município de Senador Rui Palmeira, no alto sertão de Alagoas, realiza, hoje e amanhã, a Festa do Feijão. O evento já tradição no município e atrai muitos turistas para a cidade dos estados da Bahia Pernambuco e Sergipe, que fazem fronteira através do Rio São Francisco.
Além de diversão, a festa gera, durante os dois dias, emprego e renda para o município, e aquece a economia local, além de animar a população com shows de bandas locais e nacionais.
A festa é realizada pela prefeitura municipal, e conta com o apoio cultural da Chesf, e do Bradesco. Este é um bom momento para, quem gosta de forró e vaquejada, curtir uma boa música com os amigos.

Programação
Sexta-feira (26)
Escolha da Rainha do Feijão
Participação DJ Petty.

Sábado (27)
22h – Shows musicais
Léo Magalhães
Mano Walter
Luan e Forró Estilizado
Canibal.

22.9.14

UMA EX- SERINGUEIRA TROCOU TUDO PELA AVENIDA PAULISTA.

Pelos rastros que está deixando nesta campanha eleitoral não se pode mais  reconhecer  aquela mulher identificada com as causas sociais, compromissada com ideais generosos que a levaram para a militância política. Onde estaria agora a  seringueira, companheira de lutas  do líder  dos povos da selva , Chico Mendes? A filha  dele, externa agora, publicamente, a sua decepção diante do que faz a reinventada Marina .  Os rastros que a ex-seringueira propositalmente desmemoriada vai deixando nessa tortuosa jornada da negação de si mesma ,  permitem identificar a trajetória  feita até a Avenida  Paulista.
A impensável jornada levou Marina  com a desenvoltura de  uma parceira confiável, a transitar entre os banqueiros e especuladores do coração financeiro de São Paulo. Tanto põem fé  absoluta na ex- seringueira agora  vestindo Prada, que fazem  subir ou descer os índices da Bolsa de  Valores de acordo com as pesquisas eleitorais. Os índices sobem quando Marina  ganha pontos , e caem quando ela perde. O que aconteceu de tão atraente para a banqueirada  nessa metamorfose, não pode ser explicado apenas por um programa de governo apresentado pela candidata,  onde ela promete rever a legislação trabalhista , e,  o mais importante para os agiotas do cassino financeiro globalizado: o presente por eles tanto esperado da plena autonomia do Banco Central. Há motivo ainda mais forte a justificar o entusiasmo dos que manipulam o dinheiro e querem ter mais poder ainda:  seria um compromisso    assumido por Marina, com o aval da sua amiga do peito, sócia do   Banco Itaú,  de entregar aos banqueiros e especuladores,  o comando absoluto da política econômica  e financeira do país.
As raposas, antecipadamente, festejam a entrada no galinheiro.
Luiz Eduardo Costa - Jornalista.

Cultura Bahia: Cadastramento de eleitores e candidatos pode ser feito pela internet.

Chegou o momento da comunidade cultural escolher os representantes que irão contribuir para as políticas de cultura do Estado da Bahia. Estão abertas três eleições para as seguintes entidades: os Colegiados Setoriais de Cultura, os Colegiados Setoriais das Artes e o Conselho Estadual de Cultura da Bahia (CEC-BA). O pleito ocorre via internet e é realizado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). Para participar basta acessar a plataforma online no site da SecultBA.
Os processos eleitorais estão previstos na Lei Orgânica da Cultura da Bahia (Lei 12.365/11), que prevê que a indicação dos conselheiros e membros dos Colegiados Setoriais de Cultura e das Artes da Bahia seja feita por meio de eleição da sociedade civil.
COLEGIADOS SETORIAIS DE CULTURA – Representarão os setores de Arquivo e Memória, Bibliotecas, Design, Livro e Leitura, Patrimônio Cultural, Museus, Culturas Populares, Culturas Indígenas, Culturas Afrobrasileiras e Moda. Cada Colegiado será individualmente integrado por nove membros, sendo três do poder público, indicados pelo secretário estadual de Cultura, e seis da sociedade civil, eleitos através deste processo participativo e democrático. Todos terão seus devidos suplentes. O cadastramento pode ser feito até o dia 22 de setembro de 2014 e o período de votação é de 03 de outubro até o dia 03 de novembro.
COLEGIADOS SETORIAIS DAS ARTES – Integrados à Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), vinculada à SecultBA, os Colegiados compõem cada uma das linguagens artísticas que integram o escopo da Fundação – Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música e Teatro. A realização do processo eleitoral é do segundo mandato dos Colegiados, que serão novamente compostos por membros do poder público e da sociedade civil, eleitos através de processo participativo.
A primeira gestão, do biênio 2013-2014, foi construída igualmente a partir de um processo articulado com a classe artística, em 2012.  O período de cadastramento da eleição vai até o dia 27 de setembro. O pleito será realizado entre os dias 16 de outubro a 4 de novembro de 2014.
CONSELHO ESTADUAL DE CULTURA (CEC) – Órgão colegiado da SecultBA, de caráter normativo consultivo e deliberativo, o CEC terá na sua composição 60 conselheiros (30 titulares e 30 suplentes), sendo dois terços de membros da sociedade civil e um terço de conselheiros indicados pelo poder público. Nesta eleição, serão eleitos 20 conselheiros (10 titulares e 10 suplentes) para representar os setores culturais o os processos do fazer cultural da sociedade civil. Os outros 20 conselheiros da sociedade civil (10 titulares e 10 suplentes), já eleitos na V Conferência Estadual de Cultura, realizada em outubro de 2013, em Camaçari, serão representantes de Territórios de Identidade Cultural. Por fim, os outros 20 conselheiros (10 titulares e 10 suplentes) serão indicados pelo poder público como representantes dos seus respectivos setores. O período de cadastramento da eleição vai até do dia 17 de outubro. Após a validação dos cadastros, a votação ocorrerá entre os dias 03 a 23 de novembro.
Serviço:
O que: Eleições da Cultura
Quem pode participar: Agentes culturais, artistas e representantes de setores culturais
Onde participar: As plataformas virtuais de votação estão disponíveis no portal da SecultBA.
Período de cadastramentos:
Colegiados Setoriais de Cultura: Até o dia 22/09
Colegiados Setoriais das Artes: Até o dia 27/09

Lula vai precisar se reinventar após as eleições.

Nascido como alternativa aos partidos tradicionais, o PT – Partido dos Trabalhadores, mostra que precisa voltar a beber na fonte dos escritos e de seus idealizadores, e estes precisam se reinventar, podendo também, relerem o que escreveram, ou ouvirem seus próprios discursos do passado, para que possam colocar em prática, novamente, o que pensaram um dia como a opção política de esquerda para o Brasil.
Isto só acontecerá, se as suas lideranças ouvirem as bases e pegarem as estradas empoleiradas do Brasil, assim como fizeram no passado.
Eu tenho na memória a primeira vez que me encontrei com o maior líder sindical da década de 80, e que veio a se tornar mais tarde, presidente do Brasil. Era uma manhã e o convidado para o 1º de Maio, daquele ano, chegou para uma entrevista na rádio cultura de Paulo Afonso na Bahia. Veio de São Paulo em um Fiat 147. Lembro da cor, Bege. Estava acompanhado de um sujeito alto. Me pareceu ser um segurança. Após ter conversado ao vivo com Antônio José Diniz, proprietário da emissora e que teve a coragem de colocar para falar em seus microfones a pessoa mais visada pela ditadura moribunda. Acompanhamos, a pé, Luiz Inácio da Silva até o local onde estava estacionado um caminhão que serviu de palanque. A Plateia não contava com 100 pessoas. Ele retornou muitas outras vezes, já como o “Lula” oficialmente em seu registro.
Há também a história, contadas por sindicalistas e petistas de Sobradinho na Bahia, que um dia o prefeito da cidade, que não morria de amores pelo Partido e por aquele barbudo e suas caravanas, soube que Lula desceria de avião para fazer um comício. Como Lula fazia em mais de uma cidade comícios, encontros com lideranças sindicais e religiosas, se atrasou e anoiteceu. Pois, o prefeito ao saber disso, mandou apagar as luzes do pequeno aeroporto, impossibilitando a aterrisagem. O avião ficou fazendo voltas, e alguém teve a ideia de colocar os carros ao lado da pista com os faróis ligados, iluminando-a. O piloto conseguiu pousar e a história correu o sertão mostrando que um líder, faz de tudo para estar aonde o seu povo está´.
Ao conseguir eleger prefeitos, governadores e o presidente da república, muitos dos militantes que “comeram poeira” ocuparam cargos públicos. Isto por si só não constitui um crime ou erro mortal. Mas vem contribuindo para afastar a militância que surgiu nas lutas pelo fim da ditadura, pelas diretas já, por tantas e tantas lutas, da convivência com o povo. Está chegando a hora da reinvenção do Partido dos Trabalhadores, para que o “poder” não destrua o sonho de um partido unido em defesa das causas populares. Após as eleições de outubro o Lula e o PT vão precisar beber, e não é cachaça, mesmo sendo boa para quem toma, na fonte que gerou o Partido. É bonito ver ele receber títulos de Dr. pelo mundo a fora. Mas isto só serve para virar notícia. Quem vota, mora na zona rural do interior do sertão nordestino, no vale do Jequitinhonha em Minas Gerais, nas favelas das capitais e trabalham nas fabricas que deram origem ao Partido.
O frio da sala dos palácios é muito bom, mas não está ajudando a reverter o comodismo em votos. Lula e o PT precisam suar novamente. Precisam sentir o cheiro que exala do povo, o nosso cheiro. Ou de outra forma, vamos nos tornar de vez iguais aos partidos que são chamados de “governo”. Seja lá quem estiver no poder. Não pra isto que doamos parte de nossas vidas. Ainda há esperança. Retornemos ao passado para avançarmos ao futuro com dignidade.

Dimas Roque.

20.9.14

PNAD e os trabalhadores com carteiras assinadas.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), divulgada ontem (19), pelo IBGE, mostra que a proporção de trabalhadores formais – entre empregados com carteira assinada, pela CLT, e pequenos empresários com CNPJ – cresceu e alcançou o maior patamar da série histórica.
O percentual de trabalhadores formais passou de 58,6%, em 2012, para 60,3%, em 2013. O aumento equivale ao acréscimo de 1,3 milhão de trabalhadores que passaram a ter acesso à formalização em 2013. Em 2013, mais da metade dos trabalhadores apresentavam pelo menos 11 anos de estudos. Ainda no ano passado, a população ocupada no País chegou a 95,9 milhões de pessoas – um crescimento de 0,6% em relação ao ano anterior.
Segundo a pesquisa, este crescimento foi alavancado pela força de trabalho feminina, que apresentou expansão de 1,3% na ocupação. As Regiões Nordeste e Sul registraram os maiores percentuais de aumento da população ocupada: 1,2% e 0,9%, respectivamente.
Os bons resultados de empregabilidade foram acompanhados pelo aumento real do rendimento mensal domiciliar, que passou de R$ 2.867 para R$ 2.983), de todos os trabalhos (de R$ 1.590 para R$ 1.681) e de todas as fontes (de R$ 1.516 para R$ 1.594).

TENDENCIA DE ALTA PARA DILMA.

No último artigo, sob o título PODERÁ FALTAR CONSISTÊNCIA, chamei a atenção de que Marina que era tudo alegria, começara a pagar seus próprios pecados. No trato sobre política LGBT e das usinas nucleares mostrara insegurança. Na primeira arremetida do Pastor Malafaia ela alterou seu programa de governo para não se incompatibilizar com os evangélicos que ela também faz parte. Noutro ângulo, ela se recursou a divulgar os nomes das pessoas, empresas ou instituições que pagaram a ela por suas palestras, faltando transparência a quem pretenda ser o cidadão acima de qualquer suspeita.
Malgrado o esforço do sentimento conservador defendido pelos meios de comunicação como O Globo, Veja, Folha de São Paulo, Época e Estado de São Paulo de construir uma candidatura plausível de Aécio Neves, a tentativa não passou de ensaio em face das conquistas do povo brasileiro com os governos Lula e Dilma. Com Marina viera a surgir uma linha de esperança a se contrapor aos benefícios econômicos e sociais da política de Lula e Dilma em favor dos menos favorecidos. O certo é que nos mandatos de Lula e Dilma a economia brasileira e o povo tiveram indicativos altamente positivos, proporcionando o Brasil como uma nau segura em meio à tempestade econômica internacional.
O interessante é que além da imprensa entreguista nacional, os editoriais das revistas financeiras internacionais passaram a pregar derrota para Dilma. As empresas de cotações de confiabilidade das economias dos países também passaram a vociferar contra a candidatura dela, como se os milhões de brasileiros beneficiado pelas políticas sociais do Brasil decente e desenvolvido, na hora de votar, fossem ouvir empresas sediadas em Nova Iorque e em Londres. O Brasil é dos brasileiros e quem decide nosso futuro somos nós mesmos.
Recentemente, a Presidente Dilma participou de reunião em Fortaleza com dirigentes da China, Rússia, Índia, África do Sul, quando se resolveu fundar um Banco de desenvolvimento para os países em desenvolvimento e da constituição de um Fundo Internacional contra as crises dos países do BRIC, o que a pôs em rota de colisão com o FMI, o Banco Mundial e banqueiros e investidores dos Estados Unidos e do Brasil, as conhecidas aves de rapina que sitiaram Getúlio em 1954.
Quando os banqueiros, o empresariado nacional e a mídia cooptada se unem aos banqueiros e especuladores internacionais contra uma candidatura a Presidente da República, como fazem em relação a Presidente Dilma, fique com a presidente e contra eles. Quem se beneficiou com as políticas públicas dos governos Lula e Dilma foram os que ascenderam socialmente, quem ingressou nas universidades públicas e particulares pelos programas governamentais, teve garantidos emprego e renda e se incorporou ao mercado de consumos, ostentando vida diversa da que tinha anteriormente nos governos PSDB-DEM.
Marina não tinha e nem tem consistência política para o bem do Brasil, e por isso eu voto em Dilma. Infelizmente a ex-seringueira e hoje chic palestrante, de igreja fundamentalista, se colocando a serviços dos banqueiros nacionais e internacionais passou a pregar um Banco Central com autonomia, como o Senhor dos Anéis, acima de politicas públicas e dos Poderes da República, se colocando mais a direita de que qualquer pensador ultra direitista pátrio. Ela
conseguiu ficar a direita de Aécio Neves que reúne em torno de si um verdadeiro entulho político.
O instituto Datafolha divulgou na manhã de hoje, 19.09.2014, números significativos na corrida presidencial. Pelos números divulgados, no primeiro turno, hoje, Dilma teria 37% dos votos, vindo Marina em queda livre com 30% dos votos, e na lanterna, Aécio com 17% dos votos. Para o segundo turno, hoje, a projeção é de 46% para Marina e 44% para Dilma, tecnicamente empatadas. Em agosto, a diferença pró Marina era de 10% e hoje foi reduzida para apenas 2%, o que revela viés de baixa para a ex-ministra e viés de alta para Dilma.
Outros dados interessantes projetam viés de vitória de Dilma no segundo turno. No Norte se projeta Dilma com 49% e marina com 28%, e Aécio com 9%; No Centro-oeste, Dilma 32%, marina 31% e Aécio 23%; No Nordeste, Dilma 49%, Marina 32% e Aécio 8%; Sul, Dilma 35%, Marina 25% e Aécio 22%; Sudeste, Dilma 28%, Marina 32% e Aécio 20%.
Paulo Afonso, 19 de setembro de 2014.
Fernando Montalvão.
Montalvão Advogados Associados.

10.9.14

Pré-sal e o que Marina quer fazer com ele.


Projeto para recuperação de nascentes do Rio São Francisco foi discutido ontem, 09.

Representantes do Incra e da prefeitura do município sergipano de Canindé do São Francisco assinaram na segunda-feira (08), na sede do Ministério Público do Estado de Sergipe (MP/SE), em Aracaju, convênio de cooperação técnica para adesão ao projeto “Nascentes do São Francisco”. Gerenciado pelo Centro de Apoio Operacional ao Rio São Francisco e Nascentes (CAOpSFN), órgão integrante do MP/SE, o projeto prevê a implantação de ações de combate à degradação e de recuperação ambiental em áreas de propriedades rurais banhadas por afluentes do Rio São Francisco localizadas no município do Alto Sertão Sergipano, distante 213 quilômetros da capital do estado.

As primeiras ações conjuntas do projeto serão desenvolvidas no assentamento Mandacaru I, implantado pelo Incra em Canindé do São Francisco. No local serão desenvolvidas estratégias visando ao aumento da disponibilidade e à melhoria da qualidade da água, por meio de um modelo que prevê, inclusive, a remuneração de trabalhadores por serviços ambientais executados.

O assentamento Mandacaru I também será objeto de ações de educação ambiental e receberá projetos para o desenvolvimento da matriz agroecológica de produção.

Além do Incra, assinaram convênios de cooperação técnica relacionados a ações do “Nascentes do São Francisco”, o Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Bairro de Águas Claras recebe a 15ª Base Comunitária de Segurança da Bahia.

O Governo do Estado entrega, nesta quinta-feira (11), às 8h30, a 15ª Base Comunitária de Segurança (BCS) da Bahia, uma das principais ações do Programa Pacto Pela Vida. Instalada no bairro de Águas Claras, em Salvador, a base atuará em uma área de 3,5 quilômetros quadrados, com infraestrutura necessária para a realização do policiamento comunitário. A inauguração terá a presença do governador Jaques Wagner, do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e do comandante-geral da PM, coronel Alfredo Castro.

Com investimento de R$ 800 mil, oito câmeras de monitoramento, três viaturas e um efetivo de 60 policiais militares, a nova Base Comunitária de Segurança, localizada na Rua Direta da Caixa D'água, Conjunto Remanescente, vai levar segurança e ações sociais para mais de 40 mil pessoas, entre moradores e pessoas que trabalham na localidade. O principal objetivo é reduzir os índices de criminalidade, como já acontece nas outras 14 BCS implantadas em Salvador, Região Metropolitana e interior da Bahia.

8.9.14

Governador autoriza licitação para duplicar rodovia Ilhéus-Itabuna.


O trecho de 20 quilômetros da BR-415, que liga os municípios de Itabuna e Ilhéus, no sul da Bahia, será totalmente duplicado. A autorização para licitação das obras foi dada pelo governador Jaques Wagner e pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, na noite desta segunda-feira (8), em Itabuna.

A via atual será mantida e uma outra, pela margem direita do rio Cachoeira, será construída para compor a duplicação. Nos acessos a Ilhéus e Itabuna serão construídos contornos e, de acordo com o governador, as análises técnicas e os projetos estão sendo feitos pelas equipes do Derba e Dnit. Deverão ser investidos R$ 116 milhões na duplicação da BR-415 e o montante está garantido pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). A licitação deve ser finalizada em 45 dias e a expectativa é que a obra seja entregue em dois anos.

"Estamos ao lado do ministro [Paulo Sérgio Passos]. A duplicação vai sair. Estamos dando o início definitivo à execução desta obra importante para a região. Saímos da dúvida para a certeza", comentou Wagner. Na ocasião, o governador observou que importantes investimentos públicos e privados estão sendo executados na região. "A ferrovia está andando. Estou aguardando a licença do Porto Sul prevista para esta sexta-feira e os estudos no novo aeroporto de Ilhéus estão em andamento."

6.9.14

1º FÓRUM DE DIREITOS DOS ANIMAIS BENEFICENTE EM PAULO AFONSO.

A ARDAP está promovendo o 1º FÓRUM DE DIREITOS DOS ANIMAIS BENEFICENTE EM PAULO AFONSO, o qual ocorrerá no dia  11 de setembro no espaço Memorial Chesf em Paulo Afonso, das 9 da manha até as 18 horas.    Com intuito de unir forças, expandir a consciência de respeito ao meio ambiente e amor a vida independente da espécie estamos promovendo esse encontro de grandes referencias em politicas publicas para os animais como um  momento democrático onde protetores e simpatizantes da causa animal se reunirão para discutir e reivindicar soluções para diversos problemas coletivos. O fórum tem vagas limitadas e custa R$ 20,00 reais, os interessados devem escrever para denuncia@ardap.com.br

4.9.14

PODERÁ FALTAR CONSISTÊNCIA. (Fernando Montalvão)

PODERÁ FALTAR CONSISTÊNCIA.
As pesquisas vinham indicando Dilma brigando para decidir no primeiro turno, Aécio com corpos de desvantagens e Campos como o coadjuvante a proporcionar o 2º Turno.
Lastimavelmente, dada à perda da liderança emergente, Eduardo faleceu em acidente aéreo, se abriu novos horizontes na política nacional com a entrada de Marina na disputa eleitoral. A recém-lançada candidata presidencial desbancou Aécio e passou a se vislumbrar vitória dela no 2º turno sobre Dilma. No dia imediato a sua indicação como candidata em substituição a Eduardo, ela  defenestrou o coordenador da campanha do PSB que xingou por todo lado.
Passado o impacto da morte de Eduardo Campos e sua substituição por Marina, em primeiro momento apareceu uma candidata avalassaladora que começa a mostrar certa de falta de consistência e clareza do que pretende ser o novo Brasil por ela pregado. Marina passou de mera assistente como candidata a vice para ser vidraça e começou amargar suas próprias contradições.  Dilma e Marina tem em comum a mesma paternidade política, Luís Inácio da Silva. Nenhum delas teria vida política própria sem ele.
Como o projeto Aécio Neves vinha fazendo água a entornar o barco, o surgimento de Marina era tudo o que queria quem se diz: “Hay Lula soy contra”. Passado o primeiro momento da euforia Marina não vem sabendo desvencilhar-se de suas próprias contradições. Não tem um projeto definido para o novo Brasil.
Estive acompanhando os debates e noticiários televisivos e o que ouça dela é que o Bolsa Família é bom e vai ser melhorado; o projeto Minha Casa e Minha Vida é bom e vai ser melhorado; o SUS é bom e vai ser melhorado; o programa Mais Médicos é bom e vai ser melhorado e por ai afora, o que vale dizer, vou continuar o que Lula fez.
Marina que era tudo alegria começou a pagar seus próprios pecados. No trato sobre política LGBT e das usinas nucleares mostrou insegurança. Na primeira arremetida do Pastor Malafia ela alterou seu programa de governo para não se incompatibilizar com os evangélicos que ela também faz parte. Noutro ângulo, ela se recursou a divulgar os nomes das pessoas, empresas ou instituições que pagaram a ela por suas palestras, faltando transparência a quem pretenda ser o cidadão acima de qualquer suspeita..
O Brasil de Jânio Quadros e Collor de Mello não foram os melhores exemplos para o Brasil e Já se liga Marina às figuras deles. Ambos fizeram campanhas dizendo combater a corrupção, o primeiro com a vassoura, e o segundo com a ira contra os marajás. Deu no que deu. Ambos renunciaram.
As pesquisas divulgadas na noite de hoje, 03.09, dão conta de certa tendência para Marina patinar e recuperação de Dilma. Todo mundo fica apreensivo com os números divulgados nas pesquisas de opinião dos eleitores como se elas fossem determinar a vitória de quem esteja em primeiro. Pesquisa tem várias interpretações e com toda sua carga cientifica não é capaz de adentrar no subjetivo das pessoas. Ela revela tendência e suas flutuações. Apenas isso. Quem vai decidir em quem votar é o eleitor.
Temos o mês de setembro pela frente e mais os cinco dias de outubro. Via de regra, eleições são decididas nos últimos dez dias, reta de chegada, quando cada candidato buscam os indecisos e esses se definem até na hora de votar.  Embora não sendo cientista político, não acredito nas simulações do 2º turno antes da realização do primeiro. O segundo turno é uma nova eleição que não guarda relação com a primeira, exceto a escolha dos dois candidatos mais votados.
Creio que poderá faltar consistência Marina lhe garantir uma estabilidade eleitoral. Tenho para mim que ela deveria  dizer como vai governar e com quem vai governar. Em um dos debates entre os presidenciáveis ele fez referencia a serra como a integrar o seu governo, aliás, como defendeu hoje o “barata tonta” do Roberto Freire. Mesmo um tanto cansado com a política PSDB X PT, não me influencio em primeira hora com qualquer candidatura. Se o novo não demonstrar coerência e isso não vou encontrar, vou continuar do lado da mesma parede das últimas eleições. 
Paulo Afonso, 03 de setembro de 2014.

Fernando Montalvão.
Montalvão Advogados Associados.

3.9.14

Carta aos Nordestinos.


Carta aos Nordestinos.
Meus irmãos do Nordeste, eu escrevo esta carta no intuito de relembrar o tempo em que era muito comum ouvirmos da imprensa, e de muitos que tiveram que abandonar suas terras, que nós estávamos invadindo o “Sul Maravilha”!
Quem de vocês lembra disso?
Nossos irmãos nordestinos diziam que  encontravam lá a oportunidade de dar uma melhor condição de vida para a família. Que muitas das vezes iam em “Pau-de-arara”, por longas estradas de terra durante semanas. E quantos nordestinos perderam suas vidas, buscando saciar a fome, indo em direção à região privilegiada do Brasil. Onde todos os investimentos eram feitos pelos governos da época.
E haviam os moradores destas regiões, que nos recebiam com desdém, sarcasmos, ironias e até nos rotulavam como se fossemos um "mal" a ocupar suas lindas cidades. Éramos chamados de “baianos”, “Paraíbas”, "invasores", “flagelados” da seca...
Nós que não tínhamos nem como sair de nossas terras em busca de melhorias, ficamos totalmente abandonados e recebíamos as migalhas que caiam dos pratos dos poderosos de Brasília.
Você deve se lembrar da famosa “Frente de Serviço”. Que transformaram “trabalhadores” em escravos. Nos colocavam ao sol das 14h para “limpar” beiras de estradas. Muitas delas sem asfalto. Era um serviço humilhante, ultrajante e indigno!!  Tirar terra de um lugar e colocar em outro.
Ou nos usavam para, na enxada, cavarmos açudes a espera de água que nunca chegava. Alguém deve lembrar o que falavam de nós, quando se referiam à comida. "Morta -fomes", "bando de desocupados", "flagelados" , e rotineiramente ouvíamos a frase nefasta de que o Brasil não andava porque tinham que sustentar todo o Nordeste!!!
Ou vocês já esqueceram do quanto isto batia pesado dentro de nossas almas?!  Feria o nosso orgulho de tal forma, que Luiz, o Gonzaga, cantou:
 - “Seu doutô os nordestino têm muita gratidão. Pelo auxílio dos sulista nessa seca do sertão. Mas doutô uma esmola a um homem qui é são. Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão. É por isso que pidimo proteção a vosmicê”.
Nós andávamos de cabeça baixa, com a mais baixa-estima que um ser humano podia ter.
Tínhamos vergonha da condição de cidadão apartado do Brasil. E as vezes de ser nordestino. Pois não éramos bem vistos pelo resto das regiões brasileiras. Chegamos a tal nível de degradação social que os poetas populares, Bráulio Tavares e Ivanildo Vilanova, escreveram: “Já que existe no sul esse conceito. Que o nordeste é ruim, seco e ingrato. Já que existe a separação de fato. É preciso torná-la de direito. Quando um dia qualquer isso for feito.  Todos dois vão lucrar imensamente. Começando uma vida diferente. Do que a gente até hoje tem vivido. Imagina o Brasil ser dividido. E o nordeste ficar independente”?
Era uma lamento desesperado de autoafirmação do nosso povo. Se não nos queriam, que então nos dessem a liberdade para que pudéssemos usufruir das nossas riquezas. Que enviadas ao planalto central, era dividida de forma desigual. Você lembra dessa época? Pois eu me lembro muito bem! !!
Mas há 12 anos atrás o Brasil começou a mudar. Foi preciso que um nordestino fosse eleito presidente do Brasil para que, de fato, nos tornássemos brasileiros por inteiro. Não só de nascimento, mas também de direito. Com a eleição de Lula houve uma mudança de atitude. O sul continuou uma maravilha, mas nós aqui do nordeste, antes esquecidos e mal tratados por todos os governos anteriores, pudemos ter oportunidades. A Seca no semiárido continua. É verdade que os carros-pipas ainda existem. Mais foram construídas centenas de adutoras, que irrigam e fertilizam o solo. Hoje a água não é mais o grande problema da região. Há o "água para todos"! Até os candeeiros, que antes era pratica comum em cidades, hoje nem na zona rural existem mais. Há o "Luz Para Todos"!
 Prefeituras recebem caçambas, enchedeiras. Tratores que aram as terras. Grãos são distribuídos para serem plantados pelos pequenos agricultores. Estradas, antes de chão batido, hoje estão asfaltadas por todo o nordeste. Já não comemos mais poeiras nas BRs da vida. Antes tínhamos que ir ás rodoviárias comprar passagens para o Sul. Hoje temos aeroportos que trazem nossos irmãos para visitarem os que ficaram, e muitos retornam definitivamente, porque agora há emprego, renda e produção. O que antes nos fazia chorar, agora nos faz sorrir, ao rever os nossos parentes e amigos que chegam em aviões lotados de passageiros e cargas. E tudo isto só foi possível, como falei anteriormente, porque um Partido, teve uma ideia de governo e um nordestino, teve a coragem de enfrentar o sistema político e, de cabeça erguida, olhar de igual para igual, com as maiores forças políticas do Brasil e do mundo. Luiz Inácio Lula da Silva é o representante deste pensamento de igualdade entre todos os Brasileiros. E foi ele e o que o governo do Partido dos Trabalhadores representa para a nosso povo hoje, quem apresentou a Senhora Dilma Roussef como sua sucessora na presidência.
E o que ela fez? Deu continuidade ao que vinha sendo feito por ele, e melhorou ainda mais. Foi Dilma quem garantiu a continuidade dos programas sociais. Que tirou muitos brasileiros, e em especial os nordestinos do nível de miséria absoluta!!
Foi Dilma do Minha Casa Minha Vida, Dilma do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, que com este programa mudou pra melhor a cara do Nordeste.
Dilma da Copa das Copas, com estádios elogiados pela imprensa estrangeira e pelos jogadores que estiveram aqui para celebrar o melhor evento já feito no mundo na área do futebol.
Agora, 2014, estamos novamente em um período eleitoral. Onde de um lado tem a Dilma que representa toda essa mudança do nosso povo. E do outro tem o atraso. Com Aécio e Marina, um ou o outro representam a mesma velha política do beneficio aos ricos, política que reinou anteriormente e fez tanto mal ao povo nordestino e a maior parte dos brasileiros.
Basta você, irmão nordestino, dar uma olhada no nome das pessoas que estão assessorando cada um dos dois. Verá que são aqueles que seguram e atrasam o Brasil durante todo o tempo. Aqueles que confiscaram as nossas poupanças. Aqueles que vão virar as costas para o nordeste. Eles representam a elite que não aceita que filho de nordestino agora possa ser formar como Doutor em universidade pública ou particular. Beneficio concedido por este governo de agora que pensou primeiro nos pobres. Meus irmãos é chegando a hora de você tomar uma decisão que irá impactar para o resto de nossas vidas e de nossos filhos. Ou continuamos as mudanças com Dilma e Lula, e o projeto que eles representam, ou daremos passos atrás com o atraso que vem acompanhado nos outros candidatos. É hora de você fazer uma reflexão no que éramos a doze anos atrás e o que somos e temos agora.
Não precisa se demorar muito na análise. Lembre-se do que você tinha, do que seus filhos podiam ter, e o que podemos ter e dar aos nossos entes queridos. É hora de darmos um passo adiante, com o Projeto de Governo de Lula e Dilma! Não é hora de embarcarmos em aventura! Isto já ocorreu antes, e pagamos muito caro por isto. Nordestinos de todos os cantos do Brasil, uni-vos em defesa do nosso povo, em defesa do Brasil. Não podemos ver novamente as frentes de trabalho, ouvir as humilhações de antes, nem tão pouco, perdermos as garantias conquistas ao longo de anos de luta e sofrimento.

Nordestinos, Dilma e Lula deve ser o nosso caminho nesta eleição em outubro, para mantermos as mudanças e melhorias para o nordeste, Vote Dilma 13 Presidente!
Dimas Roque.