18.10.12

FUNCEB circula por Territórios de Identidade baianos para divulgar o Mapa Musical da Bahia.


Representantes da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), vão visitar 13 Territórios de Identidade baianos para divulgar o Mapa Musical da Bahia e convocar artistas a integrarem o projeto. Lançada no último dia 10 de setembro e com cadastramento aberto até 23 de novembro, esta nova iniciativa objetiva mapear, reconhecer e difundir a diversidade da música produzida no estado, compondo um panorama dos seus cenários musicais. Na intenção de consolidar um alcance efetivo do mapeamento, a circulação pretende ampliar a mobilização em torno do Mapa Musical da Bahia, que vai servir de base para o planejamento de ações e programas que incentivem o desenvolvimento da música da Bahia, além de possíveis desdobramentos em ações de difusão para uma seleção dos trabalhos inscritos.
Numa parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult/SecultBA) e seus representantes territoriais, as viagens se iniciam no dia 15/10, na cidade de Itacaré (Território de Identidade do Litoral Sul), seguindo por Valença (Território Baixo Sul), em 16/10; Serrinha (Território Sisal), em 19/10; Jacobina (Piemonte da Diamantina), 20/10; Alagoinhas (Litoral Norte – Agreste Baiano), Itaberaba (Piemonte do Paraguaçu) e Senhor do Bonfim (Piemonte Norte do Itapicuru) no dia 24/10; Irecê (Território de Irecê) e Paulo Afonso (Itaparica BA/PE) em 29/10; Pintadas (Bacia do Jacuípe) em 4/11; Guanambi (Sertão Produtivo), em 8/11; Amargosa (Vale do Jiquiriçá), em 10/11; e Poções (Território de Vitória da Conquista), em 11/11. Em todos os municípios, será feito um encontro público, para apresentar as propostas do Mapa Musical da Bahia e as instruções de participação.
SOBRE O MAPA MUSICAL DA BAHIA – O Mapa Musical da Bahia evidencia-se como uma ação prioritária dentro das políticas públicas de fomento à música no estado. Sua realização vem suprir uma lacuna de informações relacionadas ao setor, que se destaca como um rico celeiro de talentos que precisam ser identificados e estimulados. O projeto se fundamenta em dados obtidos em mecanismos de apoio promovidos pela SecultBA, que comprovam esta produtividade intensa na área e uma grande demanda de incentivo para projetos musicais em todas as regiões baianas, a exemplo do Edital Setorial de Música 2012, que contabilizou 417 projetos apresentados, e o Fazcultura, em que, este ano, 73% dos projetos inscritos foram de Música.
Aliado às possibilidades de motivar realizações que beneficiem todo o setor, o Mapa Musical da Bahia prevê possíveis desdobramentos. Comissões de especialistas vão analisar os trabalhos inscritos por Território de Identidade e propor mostras que representem a produção musical de cada uma das regiões, para lançamento de rádio online, coletâneas musicais, participação em festivais, projetos de circulação de shows e produção de conteúdos de divulgação. O cadastro poderá servir, ainda, como fonte de informações para pesquisadores, críticos, jornalistas e autores convidados para apresentar seus olhares sobre a produção musical baiana.
COMO SE INSCREVER – As inscrições são abertas a pessoas físicas, exclusivamente para autores das obras a serem apresentadas, e seguem até o dia 23 de novembro de 2012.. Para participar, o artista deve apresentar ao menos uma música e no máximo três obras de sua autoria e/ou obras de domínio público com arranjo musical autoral, em arquivos de áudio, além de dados pessoais e de sua carreira artística.
As inscrições podem ser feitas através de sistema online, disponível no site www.fundacaocultural.ba.gov.br/mapamusical, ou pelos Correios, com envio do Formulário de Inscrição, documento disponível para download na mesma página, acompanhado de um CD com as músicas, através de serviço Sedex ou Carta Registrada, com Aviso de Recebimento (AR). Informações. (Ascom/Secult)

Nenhum comentário: