22.12.07

PAPAI NOEL EXISTE!



Quando EU era criança tinha sonhos que me faziam viajar por países que nunca irei conhecer pessoalmente. Ficava lendo os livros e entrava dentro daquelas histórias maravilhosas. Às vezes, muitas até, vivia personagens e era lindo ser assim. Sou do tempo que se lia um gibi e virava um daqueles personagens maravilhosos. Lembro da raposa Robin Hood que defendia a todos os moradores da floresta. Eu queria ser como ela.
Na juventude descobri o escritor Jorge Amado e me apaixonei por seus livros. O que mais me sensibilizou foi a sua trilogia, Subterrâneos da Liberdade, que narra como vivia a sociedade Brasileira na ditadura Vargas. Conheci os versos de Castro Alves bem depois de já rabiscar algumas letras falando dos meus sentimentos.
Amadurecendo as idéias foi lendo novos autores já na área da política, nunca esquecendo as biografias e os contos.
Hoje vivo um dilema pessoal. Não sei o porquê, mas meus filhos resolveram não acreditar mais em Papai Noel. Fico louco com isto. Como pode uma criança não ter mais sonhos? Ficar imune as fantasias? Preocupa-me saber que eles podem no futuro não ter sensibilidade para com os outros. De que eles percam seus sonhos. Estou triste, muito triste com isto. Onde está o meu Papai Noel que eles não conseguem mais ver e que eu não consigo mais lhes mostrar?
Se eu tiver culpa nisto, peço perdão de público.
O meu Papai Noel nunca se perdeu em meus sonhos.

Um comentário: