29.1.18

Bretas está nu!

O juiz federal Marcelo Bretas foi denunciado em uma reportagem da Folha de São Paulo que mostra ele recebendo auxílio moradia, mesmo tendo uma residência própria. Na matéria, ainda há a informação de que sua esposa, também juíza, já recebe o mesmo valor correspondente.

Nas redes sociais o juiz nu foi cobrado por esta situação. O Jornalista Renato Rovai cobrou dele uma explicação e, segundo o próprio, foi bloqueado por Bretas. Em sua conta no twitter disse, “Sua excelência, o @mcbretas me bloqueou só porque disse que estava esperando seu pronunciamento sobre o caso do duplo auxílio moradia. Serei condenado por tamanha ofensa? Serei perseguido? Vou ser algemado nos pés e nas mãos por perguntar?”

Acuado com a situação, o magistrado fez declarações, também, em sua conta, “Vamos discutir o chamado “auxílio moradia” de todos, OU APENAS os recebidos pelos Juízes Federais?

Alguma discussão sobre os vários auxílios concedidos pelos deficitários Estados brasileiros? Ou mesmo os vultosos honorários pagos aos advogados públicos?”

Pego em uma situação embaraçosa, onde qualquer resposta não agradará a ninguém, ele foi a página do jornal e declarou, “pois é, tenho esse “estranho” hábito. Sempre que penso ter direito a algo eu VOU À JUSTIÇA e peço. Talvez devesse ficar chorando num canto, ou pegar escondido ou à força. Mas, como tenho medo de merecer algum castigo, peço na Justiça o meu direito.


Não se sabe ao certo se o “estranho hábito” fica ou ficou a só neste caso ou se há outros processos de cobranças de benefícios feitas pelo Juiz Marcelo Bretas, que tem o costume de dar opiniões em redes sociais sobre política e políticos brasileiros, mesmo ele não fazendo parte de nenhuma agremiação partidária ou ter recebido um único voto.

Nenhum comentário: