11.9.17

Após Receber Um “Calma Aí” Do Compositor Jorge Papapá, Manno Góes Endossa Críticas Do Colega A ACM Neto.


Após o compositor Jorge Papapá, um dos mais respeitados da Bahia, compartilhar o link de uma matéria do BNews onde o também compositor Manno Góes chama artistas baianos de “um bando de lambe c*”, a história acabou rendendo. Papapá escreveu no post: “calma aí, primo! Atinja o bandido, mas não mate o artista!”. Se engana quem pensa que Manno, que não tem papas na língua, rebateu o colega ou agrediu verbalmente. Ele usou outro post do próprio Papapá que dizia “Neto, o in prefeito não paga direitos autorais! Antes nunca que ‘A TARDE’”, o ex-baixista do Jammil endossou o discurso contra o prefeito.

Em um texto postado também no Facebook, Manno começa elogiando o colega: “Jorge Papapá, compositor baiano responsável por grandes sucessos de grandes artistas da Bahia, reconhece que não é justo a cidade da música não pagar os autores”. Continuando, o músico questiona: “Você é autor? Compartilhe a indignação de Jorge Papapá. Quantas pessoas se divertiram com as músicas dele, sem que soubessem que eram dele? Que ele receba, pelo menos, seus direitos autorais. Se a prefeitura de Salvador se recusa a reconhecer o talento e importância de um compositor de Ivete, Daniela e Chiclete, que respeito daremos à nossa música?”.

Manno sai em defesa da categoria que tanto defende, já que é conselheiro fiscal da União Brasileira de Compositores (UBC): “Reconheça o autor. Não sai do seu bolso. Basta apenas compartilhar nossa indignação. Mas não deixe esse valor que seria por lei do autor ficar no bolso de quem não respeita a arte baiana. Nos ajude! Somos autores. Não artistas. Não aparecemos em flashes ou programas de TV. Mas temos uma alegria danada em ver uma multidão cantando nossas músicas. Você já cantou músicas de Papapá. Só não sabe disso. Ajude ele - e a todos nós, autores - a sermos recompensados minimamente por isso. Não é nem por lucro. É por um mínimo de dignidade e respeito. Sejamos mais Papapá e menos bla bla bla. O autor existe. Salvador deve 30 milhões de reais aos autores. Para quem vai esse dinheiro, já que os autores nem o Ecad recebem? Compartilhe nossa indignação de morarmos na cidade da música que não paga os autores! Que música haveria sem um autor? Compartilhem! Precisamos muito de vocês! Obrigado”.


Jorge Papapá é um dos mais renomados compositores baianos. Já foi gravado por artistas como: Ivete Sangalo, Araketu, Banda Eva, Timbalada, Ricardo Chaves, Chiclete com Banana, Asa de Águia, Daniela Mercury, Marcia Freire, Zé Paulo, Sine Calmon e mais vários artistas e bandas do cenário local e nacional. No CD e DVD (multishow ao vivo) de Ivete gravado no Maracanã, Papapá consta como autor de “Deixo” (Jorge Papapá e Sergio Passos) e “Ilumina” (Sérgio Passos, Jorge Papapá e Edú Casanova), por exemplo.

Nenhum comentário: