15.6.17

O Socialismo e o Homem em Cuba. (Che Guevara)

“No capitalismo podem ver-se alguns fenômenos deste tipo quando aparecem políticos capazes de lograr a mobilização popular, mas se não se tratar de um autêntico movimento social, em cujo caso não é plenamente lícito falar de capitalismo, o movimento viverá a vida de quem o impulsiona ou até o fim das ilusões populares, imposto pelo rigor da sociedade capitalista. Nesta, o homem está dirigido por um frio ordenamento que, habilmente, escapa ao domínio da sua compreensão. O exemplar humano, alienado, tem um invisível cordão umbilical que o liga à sociedade no seu conjunto: a lei do valor. Ela age em todos os aspectos da sua vida, vai modelando o seu caminho e o seu destino”.


Ernesto Che Guevara, O Socialismo e o Homem em Cuba.

Nenhum comentário: