11.4.17

Sob tortura.

Pendurado, há dois anos, no pau-de-arara de delações premiadas do juiz Moro, Marcelo Odebrecht produziu a fantástica entrega, em cash, de 13 milhões de reais a Lula.
Não o julgo por isso.
Ele virou um espectro dentro da cadeia, de onde sabe que não irá sair se não participar do bizarro mutirão organizado por Moro para prender - e inviabilizar eleitoralmente - o ex-presidente petista.
É um homem inteligente e bem formado. Deve ter reparado que, ao forçarem o número 13 na cifra dos milhões, seus algozes estariam sendo pateticamente previsíveis, embora devam ter se achado brilhantes, lá na região agrícola.
Mas, fazer o quê? O preço da liberdade é, muitas vezes, um mergulho asfixiante no ridículo.


Nenhum comentário: