12.4.17

Projeto apoiado pelo Fundo de Cultura realiza ações nos territórios.

O projeto "Seguindo o Rumo do Rio", da banda de reggae Barro Verde, teve sua segunda edição promovida na cidade de Glória-BA, no último sábado (08). Esse projeto, que foi um dos selecionados nos editais culturais da SECULT-BA, através do edital Territórios Culturais, que já passou pela cidade de Rodelas, em sua primeira edição, contou com uma programação repleta de atividades culturais de valorização dos artistas locais e um público que vibrou com esse evento de peso. A próxima edição será no dia 13 de maio, no Parque Belvedere, na cidade de Paulo Afonso, fechando assim o ciclo das três cidades envolvidas no projeto.

Entre as ações, o projeto prevê a realização de um grande mapeamento cultural, a produção de um vídeo socioeducativo e uma Feira Cultual em cada uma das três cidades envolvidas, tem mobilizado os artistas e artesãos do território Itaparica e tem sido um sucesso por onde passa. Na cidade de Glória, o apoio da prefeitura local foi de muita relevância e movimentou a cidade que foi em peso prestigiar apresentações culturais como recital de poesia, apoiadores, artistas locais, artesãos e a música envolvente e autoral da Banda Barro Verde, na Praça da Juventude.

Também abrilhantaram esse grande evento apresentações e manifestações culturais da região de Glória, como poetas, artesãos e como o grupo de Xaxado "Cabras de Lampião" dos índios Pankararé. O público foi envolvido num cenário de valorização da cultura local, uma grande feira de arte e se encantou com a apresentação de encerramento da Banda Barro Verde, com um show contagiante de músicas autorais magníficas e uma performance que permeou entre Reggae, Rap, Hip Hop, improviso, poesia e musicalidade ímpar.

O projeto Seguindo o Rumo do Rio conta com o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura da Secretaria da Fazenda e da Secretaria de Cultura. A Secretaria de Cultura do Estado, através da Superintendência de Desenvolvimento Territorial de Cultura também esteve presente, através do Representante Territorial Rubervânio Lima, que falou um pouco sobre os editais culturais da SECULT e sobre a importância desse apoio para a promoção de ações culturais e diversificadas por todo o estado baiano. 

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Nenhum comentário: