2.9.16

Correios lança selos para comemorar 200 anos da Escola de Belas Artes do Rio.

Para marcar o bicentenário da Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, os Correios colocam em circulação, nesta sexta-feira (12), dois selos comemorativos que destacam a história e as atividades artísticas desenvolvidas na instituição.
A data faz referência à assinatura do decreto de criação da Academia Real de Belas Artes, em 12 de agosto de 1816, pelo então príncipe regente do Brasil, D. João VI.
Sobre os selos -  Os selos em homenagem ao bicentenário da EBA foram criados por Rui de Oliveira, designer, ilustrador, professor e ex-aluno da Escola de Belas Artes da UFRJ. Oliveira utilizou unicamente processos artesanais como guache e colagem de retícula. Evitou recursos digitais, mas abusou de recursos como emoção e criatividade.
No primeiro selo, vê-se o detalhe central da fachada da Escola Imperial de Belas Artes e, abaixo, em primeiro plano, uma representação das tradições da Escola, a partir das tendências da arte contemporânea, por meio de manchas coloridas, formando um bloco na base inferior do selo. Acima da fachada, visualizamos as nuvens, concebidas a partir de colagem de retículas, processo usado, oficialmente, pela primeira vez no cubismo.
O segundo selo foi inspirado nos significados e nobreza da Estátua de David, de Michelangelo, em cuja cabeça o artista fez uma releitura usando fotolito com tinta de PVA, pintada no verso, significando a modernidade e alguns movimentos importantes da arte contemporânea, como o abstracionismo informal - por meio de manchas - frotage e monotipia - em tempera ao ovo. Encontram-se representados, nessa concepção, ainda, o expressionismo abstrato, o futurismo e o abstracionismo geométrico, bem como formas geométricas próprias do neoplasticismo, vorticismo, De stijl e construtivismo russo, movimento fundamental da arte.
Cada selo tem valor de um porte comercial e pode ser adquirido nas agências dos Correios, na loja virtual e na Central de Vendas a Distância.

Rui entrega moradias para famílias da Região Metropolitana de Salvador.

O programa Minha Casa, Minha Vida vai realizar o sonho de mais famílias baianas. O governador Rui Costa inicia a agenda da semana com entregas de novas moradias, desta vez na Região Metropolitana de Salvador (RMS).
Na próxima segunda-feira (05), às 10h, Rui entrega, em Simões Filho, os residenciais Parque Bela Vista I e II, localizados na Rua do Bico, no bairro da Palestina. São 960 novas moradias. Com isso, o governo chega a aproximadamente quatro mil unidades já entregues na cidade, com mais de doze mil moradores contemplados, em um investimento total de quatrocentos milhões de reais.
Às 14h30, em Camaçari, também na área metropolitana da capital baiana, ele entrega os Residenciais Caminho do Rio e Morada dos Pardais I a IV. Nesse caso, são mais 1.200 unidade habitacionais, beneficiando cerca de 4.800 pessoas, em um investimento de quase R$ 77 milhões.
Já na véspera do feriado da independência do Brasil, na terça-feira (06), em Salvador, Rui Costa faz uma visita ao canteiro de obras do Metrô. Às 6h30, o governador vai percorrer as instalações que estão sendo realizadas na estação Tamburugy, na Avenida Paralela. Na oportunidade, ele participará de uma café da manhã com cerca de 880 operários que trabalham nas obras.
Na quarta-feira, dia 7 de setembro, Rui Costa participa do desfile cívico militar de comemoração aos 194 Anos da Independência do Brasil, às 8h40, no Campo Grande, em Salvador.

Já no final de semana, a agenda prossegue com as entregas do Centro Comercial Morgado, no distrito de Algodão, em Ibirataia, além de uma creche pró-infância e de uma Unidade Básica de Saúde no município. Os eventos acontecerão no sábado (10), a partir das 9h30.

III Encontro de Política e Gestão Culturais confirma compromisso da comunidade cultural da Bahia.

Foi realizado nos dias 9 e 10 de agosto o III Encontro de Política e Gestão Culturais da Bahia, iniciativa que fomenta a participação social na formulação de políticas públicas para a cultura, em sua base de pensamento e articulação. O evento ocorreu na cidade de Feira de Santana, no Centro de Cultura Amélio Amorim, e reuniu mais de 300 de pessoas de diversos setores e territórios baianos.
Entre os destaques da programação, o secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, e o superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), Sandro Magalhães, apresentaram dois novos programas propostos pela SecultBA: o Escolas Culturais, que prevê a dinamização de escolas públicas estaduais com programação artística e cultural, e o Municípios Culturais, que visa contribuir para o desenvolvimento cultural dos municípios, através da consagração dos sistemas municipais e Sistema Estadual de Cultura da Bahia e da realização de ações culturais conjuntas entre Estado e Municípios.
Os participantes também tiveram oportunidade de compartilhar momentos com outros pensadores e formuladores de políticas culturais no Brasil: Bernardo Mata Machado, João Roberto Peixe, Albino Rubim, Jerônimo Rodrigues e Alexandre Simões.

No cerne do debate e da construção coletiva, o III Encontro de Política e Gestão Culturais recebeu edições de seis fóruns de diferentes segmentos culturais: o XI Fórum de Cultura da Bahia; o VIII Fórum de Dirigentes Municipais de Cultura da Bahia; o III Fórum de Conselhos Municipais de Cultura da Bahia; o III Fórum de Legisladores Culturais da Bahia; além da primeira edição de duas novas frentes, no I Fórum de Gestores Sociais da Cultura da Bahia e no I Fórum de Espaços Culturais da Bahia.

31.8.16

Órbita Móbile - Rota do Tempo

Derrubaram a democracia brasileira.

Comemoremos, derrubaram a Dilma.
Batamos palmas para os Canalhas e Golpistas, eles venceram e agora teremos o Brasil de ordem e progresso.
Façamos a festa e que seja dada a posse ao traidor, ele é digno do cargo que usurpou.
Que sejam publicados todos os termos para que os usurpadores saiam mal na fotografia.

30.8.16

Que pó é esse no Senado?


Hoje quem chora sou eu.

Eles vinham da noite e invadiam os nossos dias.
Assombravam as nossas crianças que corriam com medo.
Assustavam até a nós que surpresos, nos escondíamos.
Hoje não há luz, não esperança.
Mas amanhã, há de ser um novo dia.

E quando o meu povo acordar, você há de pagar.

Governo iniciará Mutirão de Cirurgias em setembro.

O Governo da Bahia dará início, no mês de setembro, ao Mutirão de Cirurgias, vinculado ao programa Saúde sem Fronteiras. Serão atendidos gratuitamente 13 mil baianos no período de um ano. O objetivo é reduzir a fila de espera para cirurgias de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama. A ação, que é inédita no País, começará com os procedimentos pré-operatórios.

O Governo do Estado disponibilizará a equipe médica e toda a estrutura para os procedimentos, além do acompanhamento do paciente após a cirurgia. Os atendimentos médicos serão realizados nos hospitais estaduais e nas unidades complementares de cada região do estado. Isso permitirá que o paciente tenha maior comodidade e não faça grandes deslocamentos. As prefeituras serão responsáveis por garantir o acesso dos pacientes às cidades onde serão realizados os procedimentos. Os pacientes também receberão um kit pós-operatório, com todos os medicamentos para a recuperação. Todos os 417 municípios do estado serão contemplados com o projeto.