8.1.16

Não dê luz ao inimigo.

O Partido dos Trabalhadores e a militância ficaram sem entender o movimento do atual Chefe da Casa Civil do Governo Dilma. É que no final de semana passado, Jaques Wagner deu uma entrevista no jornal folha de São Paulo, e soltou uma perola onde disse que o PT “se lambuzou” no poder. A reação da militância cobrando explicações dos seus lideres foi imediata. E teve resposta de Tarso Genro, que não gostou da generalização da fala, e de deputados e senadores que cobraram da Presidente uma explicação.
No Partido o secretário de Organização, Florisvaldo Souza, dói a voz oficial, chamando de infeliz a declaração feita.
No meio da militância, principalmente nas redes sociais, para onde migrou boa parte daqueles que encontraram refugio para continuar a defender o projeto de governo do Partido dos Trabalhadores, a reclamação contra a fala de Wagner e de ter acontecido através de uma entrevista em um órgão de imprensa declaradamente opositor ao governo, foi de indignação e revolta.

Muitos que participam de grupos como o “Coração Valente” e Militância PT13”, já pressentiam que não se deve dormir com a serpente. Pois o resultado é que ela sempre lhe morderá. E não se passou muito tempo para que Wagner, que foi notícia de capa do jornal, se tornasse, agora, alvo de denuncia.E para piorar o que ele chamou de “se lambuzou”, segundo Vaza a Jato, teria respingado também nele. Ele é mais uma vitima, entre aqueles que acham quem dar declaração no PIG, que acham que conviver com o contrario significa harmonia.