28.1.15

Vida.

Sem ação a vida é chata.
Sem sorriso a vida é triste.
Sem desejo a vida é fria.
Sem sexo a vida é a morte.

26.1.15

Zé Dirceu: Um líder assassinado diariamente.

Nem mesmo quando ele foi preso durante a realização do 30º congresso da UNE – União Nacional dos Estudantes em Ibiúna, no Estado de São Paulo, deve ter passado que anos depois e durante o estado de democrático de direito seria atacado diariamente, através da imprensa, por denúncias sem o mínimo de realidade factual. José Dirceu de Oliveira e Silva, o Zé Dirceu das lutas estudantis e depois do Partido dos Trabalhadores disse em uma reunião em Brasília, que está seria a quarta vez que ele teria que se reinventar politicamente.
Atacado covardemente, o Comandante, como muitos da base Petista o chama, não precisa de interlocutores para fazer a sua própria defesa. Ele precisa é que seja tratado com justiça pelos seus detratores e acusadores. Coisa que não vem acontecendo, desde que, no passado próximo, teve seu nome ventilado como o sucessor do então Presidente Lula. O que parecia ser o reconhecimento da sua capacidade de articulador político, o tornou em um alvo, da grande imprensa, e daqueles que viam nele, a continuação do projeto de governo da Classe Trabalhadora.
Passado o período mais dramática desta fase atual em que Zé Dirceu se encontra, ele em conversa com companheiros de Partido, ainda mostra estar antenado com tudo o que acontece no país e na América Latina. Fala de economia com propriedade de quem sabe o caminho que o país deve seguir neste no governo da Presidenta Dilma. Aliás, o Comandante faz questão de defender as indicações que foram feitas nesta área.
Ele lembrou que é hora do Partido ser renovado em suas ideias. Isto inclui, o que para quem não vive o PT, ser uma contradição. Mas o novo, é retornar as origens da agremiação. Que foi pensada para ser a condutora de uma revolução social sem o derramamento de sangue. E nestes 12 anos de governança, os mais pobres puderam acender socialmente.
Mas Zé vai enfrentar mais um ataque dos grandes conglomerados de comunicação. Ele é acusado agora, de ter prestado serviço a empresas que estariam envolvidas no chamado escândalo da “Lava jato”. Mas a empresa, sua e de seu irmão, como está sendo divulgada, teria declarado ter mesmo recebido pagamentos e tudo foi declarado no imposto de renda. Então, se foi de forma legal a prestação de serviço, onde estaria o crime? E todos já sabemos! Está no nome do investigado. A imprensa e a justiça não buscam uma prova contra Dirceu. Eles já o condenaram antecipadamente. Assim como fizeram durante o chamado Mensalão. Que sem uma única prova, foi condenado. Fato inédito para a jurisprudência brasileira.

O que a imprensa faz com Zé Dirceu é um crime! Praticado com a conivência de parte da justiça brasileira.
Dimas Roque.