29.11.15

Professor da Univasf foi agredido pela Polícia.

A Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) vem a público repudiar a agressão sofrida hoje (28) pelo professor do Colegiado de Ciências Sociais Nilton de Almeida Araújo. O professor foi revistado, agredido fisicamente e algemado nas proximidades de sua residência, na cidade de Juazeiro (BA), por um grupo de policiais militares que fazia ronda pela vizinhança. 

Ao retornar à sua casa, o professor foi abordado pelos policiais. Apesar de estar com seus documentos, ter mantido o tom normal de voz e ter cumprimentado os policiais com um “bom dia”, recebeu a agressão na face, foi algemado e levado à delegacia. 

A Univasf considera inaceitável a agressão a um ser humano, que independentemente da cor da pele, deve ter seus direitos respeitados e não pode ser alvo de qualquer tipo de violência ou de preconceito. O professor Nilton de Almeida é um dos representantes do movimento negro na região e é o organizador do Mês das Consciências Negras da Univasf. 

A Universidade se solidariza com o professor Nilton de Almeida, um docente atuante e muito respeitado por toda a comunidade acadêmica e pela sociedade sanfranciscana. 

Reitoria da Univasf

Por: Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário: