10.9.14

Projeto para recuperação de nascentes do Rio São Francisco foi discutido ontem, 09.

Representantes do Incra e da prefeitura do município sergipano de Canindé do São Francisco assinaram na segunda-feira (08), na sede do Ministério Público do Estado de Sergipe (MP/SE), em Aracaju, convênio de cooperação técnica para adesão ao projeto “Nascentes do São Francisco”. Gerenciado pelo Centro de Apoio Operacional ao Rio São Francisco e Nascentes (CAOpSFN), órgão integrante do MP/SE, o projeto prevê a implantação de ações de combate à degradação e de recuperação ambiental em áreas de propriedades rurais banhadas por afluentes do Rio São Francisco localizadas no município do Alto Sertão Sergipano, distante 213 quilômetros da capital do estado.

As primeiras ações conjuntas do projeto serão desenvolvidas no assentamento Mandacaru I, implantado pelo Incra em Canindé do São Francisco. No local serão desenvolvidas estratégias visando ao aumento da disponibilidade e à melhoria da qualidade da água, por meio de um modelo que prevê, inclusive, a remuneração de trabalhadores por serviços ambientais executados.

O assentamento Mandacaru I também será objeto de ações de educação ambiental e receberá projetos para o desenvolvimento da matriz agroecológica de produção.

Além do Incra, assinaram convênios de cooperação técnica relacionados a ações do “Nascentes do São Francisco”, o Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Nenhum comentário: