5.8.14

Já não temos o futebol que encantou o mundo.

Há aqueles que reclamam que nossos jovens jogadores estão sendo transferidos para o futebol europeu. Mas eu acho um erro isto. Não vejo que o problema do nosso futebol não mais encantar o mundo esteja na mudança de clube ou endereço dos “meninos”. Para muitos destes, a transferência é a oportunidade de mudar o padrão de vida, dele e da família. E quem de nós não gostaria de ver um filho ou irmão bem de vida?
Para mim, o problema é de qualidade técnica e moral de muitos deles. A técnica porque para o futebol europeu cada um desses se encaixa dentro do padrão dos times. São peças que se somam ao conjunto, e separadamente, ou ajuntadas em uma selação, não servem a nenhum objetivo. Eu quero falar de um “Monstro”, que foi consagrado nas vozes de alguns locutores. Que sabe-se lá que amizade têm com os empresários do dito cujo. Davi Luiz, que dizem ter custado os olhos da cara ao clube que defende. Durante os jogos em que esteve no elenco, de cada 10 bolas que chegavam a ele, oito eram passava ao goleiro Júlio Cesar. Era como se dissesse, “se vira ai. Isto não me pertence”. E o pobre do goleiro tinha que, invariavelmente, rifar a bola.
E assim eram 9 dos 11 titulares que estavam em campo a cada partida da seleção brasileira. Eles não sabiam o que fazer com a bola. Talvez em seus clubes eles cumpram um papel. Na seleção eles não tinham espaço nem para gandula. Retiro disto o Júlio Cesar e o Neymar. Este segundo dispensa apresentação e fez o seu trabalho corretamente. Valeu a convocação até ser alijado por um criminoso.

Terminada a Copa das Copas, o sério seria ter permanecido o Felipão, que precisa se reciclar, mas que tinha o apoio da maioria da população. Isto não aconteceu, como vimos. Entrou duas novas figuras. Na verdade um já manjada, o Dunga. A outra o Gilmar. Que segundo as notícias estão envolvidos com empresários de jogadores. Pelo que entendi, as convocações vão ser feitas através do critério empresarial e não futebolístico. E aí está a questão Moral, ou melhor, imoral do fim do futebol arte. Já para quem tem vergonha, os jogadores que atuam no Brasil deveriam ter, não aceitem as convocações, pois vão servir apenas para tapar buraco até a próxima convocação para a Copa de 2018. Vocês não estarão na lista que irá para a Russia.
Dimas Roque

Nenhum comentário: