15.6.14

O Taxista e os VIPs de São Paulo.

Adilson Luiz da Cruz, de 42 anos, é Taxista em São Paulo. Ele, como os Cochinhas paulistas foram protagonistas de histórias no Brasil, na última quinta-feira, 12. Cada um com sua educação. Enquanto o trabalhador, de classe social não muito VIPs, encontrou 40 ingressos de um grupo de Mexicanos, esquecidos no interior do seu veículo, após uma “corrida” com dois alegres turistas, os devolveu. Ele disse no momento em que foi indagado sobre ter feito a devolução que, “aquilo não era meu, era a minha obrigação devolvê-los”.  Ficamos também sabendo que ele teve uma formação humilde, mais muito rígida na sua infância. O que provavelmente moldou o seu caráter. A notícia orgulhou a todos nós!
No mesmo dia, pessoas da classe social endinheirada, que nasceram no meio onde o dinheiro não é problema, patrocinaram um espetáculo deprimente na Arena Corinthias, também na cidade de São Paulo. Elas agrediram verbalmente uma mulher, mãe, avó e Presidenta da República do Brasil. Uma vergonha mundial.

Dois mundos que refletem bem o que é educação de berço.

Nenhum comentário: