3.8.13

População vai às ruas e pede a Universidade do Sertão em Sergipe.

Ontem, 02 de agosto, milhares de estudantes, familiares e políticos estiveram na cidade de Nossa Senhora da Glória participando da 2ª Manifestação pela criação da Universidade do Sertão. Um compromisso de campanha, segundo seus organizadores, da presidenta Dilma quando esteve no estado.
A concentração do ato foi na rodovia Engenheiro Jorge Neto, na entrada da cidade. O primeiro aconteceu antes no município de Poço Redondo. Está é uma reivindicação antiga da região, pois a maioria do jovens se quer tem condições de se deslocarem para os grandes centros e cursa uma universidade. A disputa para que o polo da UFS seja instalado está sendo feito pelas cidades de Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Nossa Senhora da Glória e Monte Alegre.

Presente ao ato,m o prefeito de Canindé Heleno Silva disse que “não importa qual cidade será escolhida. É claro que temos interesse que seja na nossa, mas o mais importante é que a universidade do sertão seja definitivamente implantada para que beneficie a todos os sertanejos” finalizou ele.

Agendas subnacionais de trabalho decente são discutidas na Bahia.

A Bahia reúne nesta segunda e na terça-feira (5 e 6) cinco países do Cone Sul da América Latina, incluindo o Brasil, no Encontro Internacional de Agendas Subnacionais de Trabalho Decente, promovido pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). A solenidade de abertura será às 8h30 de segunda-feira, no Hotel Deville (antigo Quatro Rodas).

O evento terá a presença do governador Jaques Wagner, do diretor da OIT para o Cone Sul da América Latina, Guillermo Miranda, do ministro do Trabalho, Emprego e Seguridade Social da Província de Santa Fé/Argentina, Julio Cesar Genesini, do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Nilton Vasconcelos, e da diretora da OIT no Brasil, Laís Abramo.

Seleção para o elenco do filme "Travessia".

"Travessia" é o próximo longa metragem do jovem diretor baiano João Gabriel.  No elenco, estão alguns nomes de peso do cinema nacional, muitos atores baianos e alguns de outros estados. O diretor está à procura de novos atores e atrizes, mesmo os que não têm ainda experiência em cinema.
João Gabriel explica que “Travessia” é um projeto premiado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia no edital de 2013, com previsão para ser rodado em Novembro deste ano na cidade de Salvador. “É um filme totalmente urbano que revela uma Salvador contemporânea, uma cidade que vive entre o moderno e o histórico, sem estereótipos”, acrescenta o diretor.
 A trama se desenvolve entre dois núcleos distintos: jovens que mergulham fundo em suas relações e se arriscam para levar uma vida regada de prazer, em festas, noites… E a vida de um homem, já maduro, que procura também sentido para realizar os seus instintos. Um dia, um acidente faz este homem visitar forçosamente uma UTI hospitalar. Ele vai tentar reencontrar o seu filho que está distante e vive intensamente essa Salvador.

Quem estiver interessado em participar da seleção de elenco, basta enviar um e-mail com fotos para travessiaelenco@gmail.comou curtir a página de Travessiamovie no Facebook e enviar uma mensagem.

2.8.13

Não há Passaralho que salve a incompetência,

Algum tempo depois dos "co-irmãos", a Editora Abril recorreu ao infatigável Passaralho para dar um jeito na incompetência de quem a dirige.
Desta vez, segundo comunicado da própria empresa, 150 cabeças foram cortadas, algumas revistas "descontinuadas", para usar a linguagem paupérrima e abominável desses "empreendedores".
Com as medidas que tomou, a Abril revela que a crise no setor editorial é uma das mais profundas já vistas no Brasil.
E, pior, não há nada que indique que termine tão cedo.

As causas, porém, não devem ser creditadas a fatores externos ao dia a dia das empresas, como, por exemplo, um desaquecimento econômico, esse mesmo tão alardeado pelas suas próprias publicações.
Isso porque esse país que a Abril, Estadão, Folha, Globo e que tais fazem questão de mostrar aos seus leitores simplesmente não existe, é uma ficção criada por eles na tentativa de, como partidos políticos informais que são, vencer a disputa pelo poder político, defenestrar os trabalhistas do Palácio do Planalto, derrotar, enfim, o projeto que pretende resgatar o Brasil de séculos de injustiças e desigualdades sociais e econômicas.
A razão principal para o desajuste nas contas desse império da informação, controlado por meia dúzia de famílias, é que, simplesmente, eles são péssimos administradores de seus negócios.
Talvez porque seus olhos estivessem embotados pelo ódio aos inimigos na guerra que declararam às forças progressistas desde que o Brasil se livrou da ditadura militar, eles foram incapazes de acompanhar as transformações tecnológicas verificadas no mundo, não conseguiram perceber que a internet se constituía na revolução mais importante da civilização dos últimos tempos.
Apegados ao conservadorismo exacerbado, se deixaram atropelar pela história - e hoje estão a um passo, um mísero passo, de virarem, eles próprios, história.
Não conheço um só jovem que assine um jornal ou uma revista.
Em compensação, todos usam, com toda a naturalidade, smartphones, tablets, notebooks, todos participam de redes sociais, se comunicam das mais variadas formas instantaneamente, sabem muito mais do que se passa no planeta, pelo menos sobre o que interessa a eles, do que a maioria dos jornalistas que se julgam formadores da opinião pública.
Esse fato, por si só, é mais expressivo que dezenas de teorias que se formulam sobre o tema.
E leva a uma conclusão óbvia: os impérios da comunicação, como todos os impérios que já existiram, vão desaparecer.
Pode ser daqui a poucos anos ou demorar mais.
O destino, porém, é irremediável.

E, para a desgraça desses executivos geniais, desses luminares da administração, não há Passaralho, por mais faminto que esteja, que possa dar jeito.

31.7.13

CAEE de Canindé é destaque pelo trabalho desenvolvido.

Campanha reacionária de médicos não está funcionando.

Liderados por sindicalistas corporativistas, algumas centenas de médicos continuam participando de passeatas nas ruas de Salvador. Graças a Deus, e ao STF que negou pedido de liminar para suspensão do programa, a sociedade não está dando importância aos protestos. Até meia-noite do último domingo, 4.657 médicos já tinham confirmado inscrição no programa Mais Médicos – que pretende levar médicos para o interior e para periferias de grandes cidades. Este número representa mais de 25% das 18.450 pré-inscrições. E também significa que esta primeira seleção pode cobrir até 30% da demanda explicitada pelos prefeitos do Brasil – que solicitaram um total de 15.460 médicos.

Na Bahia, 76% das cidades aderiram ao programa Mais Médicos. É uma obviedade. Como eles não têm médicos, não podem acreditar no argumento dos médicos, segundo o qual “não faltam médicos” em suas cidades. Na Bahia, 317 municípios aderiram ao programa. Eles solicitam um total de 1.382 médicos atuando na atenção básica. Com passeata ou sem passeata de jalecos brancos, no dia 15 de agosto novo período de inscrições será aberto. Em todo o Brasil, 3.511 municípios se inscreveram, o que corresponde a 63% do total de prefeituras e a 92% das consideradas críticas, portanto, prioritárias.

Vamos resumir. Lançado pela presidenta Dilma Rousseff, em 8 de julho, o programa
Mais Médicos faz parte de um amplo plano de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo á acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde, além de ampliar o número de médicos nas regiões carentes. Eles serão contratados a R$ 10 mil mensais, pagos pelo Ministério da Saúde, mais ajua de custo e se voltarão para a atenção básica em três anos de contrato.

Ou seja, o governo está tomando providências de atender com urgência as cidades sem médicos e ao mesmo tempo fortalecendo o SUS. Os médicos corporativistas fazem ouvidos de surdo e continuam indo às ruas, reivindicando o que o Governo Federal já está fazendo. Até 2014 serão investidos R$ 15 bilhões na rede pública de saúde. Cerca de R$ 7,4 bilhões já estão contratados para construção de 818 hospitais, 601 unidades de Pronto Socorro (UPAs 24h). Outros R$ 5,5 bilhões usados na construção, reforma e ampliação de unidades básicas e UPAs e R$ 2 bilhões para 14 hospitais universitários.

Dilma Rousseff deu uma declaração que desmontou os corporativistas de branco. A repórter da Folha perguntou: “E a saúde? Os médicos dizem que o Mais Médicos é uma maquiagem porque o país tem uma estrutura precária de atendimento”. Aí a presidenta respondeu: “Pois é, acontece que botamos dinheiro em estrutura. Jornais e Tvs mostram equipamentos sem uso. Como se explica que 700 municípios não tenham nenhum médico? E que 1.900 municípios tenham menos de 1 médico por cada 3 mil habitantes? Uma coisa é certa, eu com médico me viro, sem médico não me viro”. Entendeu, ou quer que desenhe? Ela quer dizer que com médico, pode liberar equipamentos, sem médicos, não dá porque os equipamentos apodrecem nas cidades.

Não fazem sentido as passeatas de jalecos brancos. A não ser que seja a velha história do “meu pirão primeiro”.

Oldack Miranda.

30.7.13

Presidente do PT Rui Falcão defende melhor distribuição da verba publicitária.

O debatem sobre a regulação da mídia no Brasil tomou conta dos espaços nas Redes Sociais. E um dos aspectos que mais vem consumindo o tempo de todos é aquele que circula em torno de uma melhor distribuição dos recursos dos governos, federal, estaduais e municipais para a propaganda institucional.
O presidente do Partido dos Trabalhadores Rui Falcão disse que recebeu uma contribuição de um jornalista, sem citar o nome, na qual abre a possibilidade dos governos estaduais, no caso o do Estado de São Paulo, já que será apresentado por ele na assembleia legislativa do estado, em que obrigado a destinação de 20% dos recursos em propagandas para veículos da mídia alternativa.
Se este projeto for aprovado, se configurará em um marco, um divisor entre o passado, onde só grandes empresas da área são beneficiadas e o novo, onde com o advento da internet muitos puderam se tornar empresas de comunicação. Mesmo que pequenas, influenciam no debate que agora não tem uma única versão do fato.
O projeto apresentado por Rui define o que é mídia alternativa. “São jornais, rádios, TVs e redes sociais, dirigidas ou por micro e pequenos empresários ou empresários individuais. Estes não podem ter nenhum vínculo com partidos políticos, com igrejas e que não podem ter parentes no estado”, afirmou o presidente. Estas empresas, para poderem receber as propagandas, vão precisar estar constituídas a mais de dois anos.
Agora é preciso que outros deputados e vereadores possam também, apresentar em seus estados e cidades para que esta boa ideia transforme o quadro atual em que se encontra a distribuição de verbas pelo Brasil. Os representantes Petistas que veem discutindo com o partido os novos caminhos de enfrentamento deste e outros problemas vão apresentar a proposta e esperam que o governo o governo se sensibilize com a mesma e encaminhe uma proposta ao congresso nacional. É busca pelo fortalecimento da mídia regional e alternativa e a democratização das verbas publicitárias. Muito concentradas hoje nos grandes veículos com maior audiência ou maior tiragem.

Nós reconhecemos que nos governos Lula e agora o da Presidenta Dilma houve um direcionamento de verbas para um número maior de veículos de comunicação, mas também sabemos que em sua maioria estes estão nos grandes centros, nas capitais. Mesmo melhorando, nós achamos que com a lei aprovada um número ainda maior será atingido, democratizando de vez o setor.

Paulo Afonso sedia debate sobre feminização da Aids.

A Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM) está realizando uma série de seminários nos territórios baianos, envolvendo a população feminina que vive com HIV/Aids, profissionais de saúde, representantes de organizações feministas, prefeituras, entre outros públicos que lidam com o tema. A ação tem como meta atingir cinco municípios, entre eles, Paulo Afonso, que sediará o evento nesta quinta-feira (1º), das 8 às 17hs, no auditório do Hotel Beldeveri. A ação acontece em parceria com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVEP) da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). 
A iniciativa, que também contempla os municípios de Juazeiro, Serrinha, Barreiras e Jequié, visa incentivar a autonomia das mulheres em relação ao seu próprio corpo e chamar a atenção para a necessidade de práticas sexuais mais seguras e responsáveis. Durante o encontro será abordada a chamada “feminização do HIV/AIDS”, fazendo a relação entre o tema e a sua incidência, cada vez mais crescente, no público feminino. Também são realizadas oficinas de teatro, que contribuem para as discussões entre o público participante. Testes rápidos de HIV e sífilis serão oferecidos para mulheres e homens que comparecerem ao local.
Números - De acordo com o boletim epidemiológico da SUVISA, na Bahia, em 2010,  dos 1.287 novos casos de AIDS registrados, 534 (41,49%) foram identificados na população feminina. Se esta tendência continuar, calcula-se que, que nos próximos dez anos, o Brasil e a Bahia atingirão a proporção de um homem para cada mulher portadora. Essa proporção já é uma realidade no contexto mundial. Segundo dados da UNAIDS (2012), metade das pessoas do planeta que hoje vive com HIV são do sexo feminino.

Ascom/SPM/BA.

PRE expede recomendação aos promotores eleitorais sobre desfiliação partidária.

Objetivo é que sejam comunicados à PRE, com a máxima urgência, os casos de desfiliação partidária sem justa causa.
O procurador Regional Eleitoral Sidney Madruga expediu recomendação na última quarta-feira, 24 de julho, aos promotores eleitorais a fim de agilizar o ajuizamento, pela Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA), de ações de decretação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária sem justa causa. A recomendação foi encaminhada ao Núcleo de Apoio às Promotorias de Justiça Eleitorais do Estado da Bahia (Nuel), que deve distribuir aos membros do Ministério Público Eleitoral – promotores que atuam na Justiça Eleitoral de primeira instância.
No documento, a PRE recomenda que os promotores eleitorais solicitem ao juízo eleitoral que ao receberem eventual comunicação de desfiliação partidária verifiquem se o requerente é detentor de cargo eletivo (majoritário ou proporcional), e, em caso positivo, informem ao Ministério Público Eleitoral com a máxima urgência. Ainda de acordo com a recomendação, a partir da comunicação ao juiz eleitoral, o promotor, sempre que possível, deve colher outros elementos de prova a fim de melhor subsidiar o ajuizamento da ação de decretação de perda de cargo eletivo pela PRE em decorrência da desfiliação partidária sem justa causa.

De acordo com a Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) n.º 22.610/2007 - que disciplina o processo de perda de cargo eletivo, bem como de justificação de desfiliação partidária - caso o pedido de decretação de perda de cargo não seja ajuizado pelo partido nos 30 dias após a desfiliação sem justa causa, o procurador Regional Eleitoral deverá fazê-lo. Neste caso, caberá ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado julgar e processar as referidas ações, excetuando-se apenas àquelas relativas a mandato de deputado federal.

Wagner entrega novos equipamentos para Segurança Pública.

A população baiana está mais segura com duas novidades – a sede da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, em Salvador, completamente reformada, e os novos equipamentos para o Corpo de Bombeiros. Os detalhes da entrega, que será feita nesta terça-feira (30), estão no programa Conversa com o Governador do mesmo dia, quando Jaques Wagner também informa a queda do número de homicídios.
“Essa redução é de 10,8% na Bahia, sendo 10,3% em Salvador, um número maior na região metropolitana e, no interior, da ordem de 8,6%”, afirma Wagner. As perguntas postadas pelo público na Fan Page do Governo do Estado, respondidas pelo governador nesta edição, também dizem respeito à segurança pública.
O programa aborda a entrega, neste início de semana, de mais 152 máquinas aos municípios do interior para a limpeza de aguadas, recuperação de estradas vicinais e outros serviços. Segundo Wagner, “a repercussão é muito positiva. Essa é a terceira entrega e nós ainda vamos ter uma quarta, nesse próximo mês de agosto”.
Os investimentos em segurança pública destacados no programa pelo governador são da ordem de R$ 3,5 milhões, sendo R$ 1,4 milhão na reforma da Delegacia de Repressão e Furtos e Roubos e o restante em equipamentos para o Corpo de Bombeiros. “A delegacia volta, ali dentro do complexo do Detran, com sua sede toda revitalizada, toda remodelada, para poder cumprir o seu papel”.
Combate ao crime – Também foram comprados, segundo Wagner, seis caminhões, sendo dois para a unidade da Barroquinha, três para o Iguatemi, e um para Feira de Santana. “Estamos equipando cada vez melhor toda a nossa estrutura de segurança, nesse caso, o Bombeiro e a Delegacia de Furtos e Roubos, para que a gente possa, efetivamente, vencer a batalha contra o crime e contra o tráfico de drogas”.
Wagner diz que a redução do número de homicídios já é o primeiro resultado efetivo do planejamento, por meio do programa Pacto pela Vida, que completou dois anos de existência. “Estamos organizando, sistematizando todo o nosso combate ao tráfico de drogas e aos crimes em geral, e eu, com muita alegria, recebo essa notícia do balanço do primeiro semestre de 2013. Não tenho dúvida de que essa caminhada é uma caminhada segura, é um planejamento muito bem feito, e que nós a cada ano, a cada mês, vamos vencendo essa batalha contra o tráfico de drogas”.
Respondendo ao internauta Uilians Duarte Santos Simões, que sugeriu, por meio da Fan Page, o aumento do efetivo da Polícia Militar, o governador informa que hoje há na Bahia cerca de 33 mil policiais militares, entre praças e oficiais.
“Mesmo com os limites impostos pela lei, nós já fizemos concurso para um total de 11.377 policiais. Nós estamos investindo muito na contratação, seja na Polícias Militar, Civil e Técnica, nos equipamentos com praticamente a renovação de toda a nossa frota, dos armamentos, dos coletes à prova de bala, ou seja, estamos evoluindo muito”.
Agricultura familiar - Sobre a entrega das máquinas, o governador afirma que o programa estadual entrou no PAC. “Portanto, ajuda a indústria, que compra máquinas de indústrias brasileiras, ajuda o prefeito porque melhora a condição de trabalho da prefeitura, e, evidentemente, ajuda a todo o povo da agricultura, particularmente, o povo dos pequenos agricultores e da agricultura familiar”. Ele informa que os lotes estão sendo entregues aos consórcios organizados.

“Então, é um agradecimento dos prefeitos, do povo da agricultura para a presidenta Dilma, por essa sensibilidade, esse atendimento, além de tudo aquilo que ela já anunciou na Marcha dos Prefeitos. Eu creio, o esforço é grande para estarmos ao lado do povo, ao lado dos prefeitos, para minimizar a consequência dessa crise econômica mundial”, enfatiza o governador.

Programa Mais Médicos recebe inscrições de 317 municípios baianos.

Encerradas no último dia 25, as inscrições para o Programa Mais Médicos, do Governo Federal, atingiram a marca de 317 municípios cadastrados na Bahia, nesta primeira etapa. O estado tem 417 municípios e o número representa 76% das cidades baianas. Um mapeamento realizado pelo Ministério da Saúde identificou 264 municípios baianos como prioritários.

As inscrições na internet estavam disponíveis para todos os gestores interessados em levar os benefícios do programa para as suas cidades. Por esta razão, superaram a expectativa. Em todo o Brasil, no primeiro mês de inscrições houve a adesão de 3.511 municípios, que equivalem a 63% do total de prefeituras no Brasil e a 92% das consideradas prioritárias para o programa. Juntas, estas cidades apresentaram demanda e capacidade para terem 15.460 médicos atuando na atenção básica. O segundo mês de adesão terá início no dia 15 de agosto.

29.7.13

Prefeitos do semiárido sergipano se reúnem em Nossa Senhora da Glória.

O prefeito de Canindé de São Francisco Heleno Silva esteve hoje, 29, durante a parte da manhã na cidade de Nossa Senhora da Glória reunido com os demais prefeitos que representam para discutir as ações para combater a seca que deverá ter continuidade ainda este ano. Este presente também o secretária da agricultura Zezinho Sobral e Diretor Presidente da Emdagro Jefferson Feitoza de Carvalho.
Mesmo com os municípios atualmente tendo algumas das suas barragens cheias depois das trovoadas de fevereiros e as chuvas do mês de janeiro, a preocupação dos participantes também é a de como encontrar alternativas para a recomposição do rebanho de gado que hoje é pequeno depois da gravidade da seca na região.
O prefeito Heleno Silva lembra que a passagem do ministro da integração nacional Fernando Bezerra por Canindé durante este mês foi bastante proveitosa, já que ele anunciou que retornará no inicio de agosto para anunciar a construção do Canal Xingó. Projeto de irrigação que ira beneficiar milhares de produtores rurais. “Mesmo a obra possa levar de seis a oito anos para ser executada e ficar pronta, nós temos a certeza que durante este tempo, muitos empregos vão aparecer para a nossa população, e depois de pronto o beneficio que toda a região terá será um marco e possivelmente a independência para aqueles que serão beneficiados”, pontuou o prefeito.


Secretária da cultura de Canindé de São Francisco participou da semana do cangaço.

A secretária de cultura Roberlange Feitosa, participou ativamente da semana do cangaço. O evento foi realizado na cidade de piranhas em Alagoas no dia, 27 de julho. Foram discutidos temas relacionados ao cangaço no sertão, como roteiros turísticos integrados sobre o tema e os 75 anos da morte do polemico cangaceiro, que para uns era bandido e para outros um herói.
O encontro contou com a presença de vários pesquisadores do tema vindo de distintas regiões de todo pais, além de descendente, policiais das volantes da época, historiadores e coiteiros (protetores de cangaceiros). Segundo o idealizador da rota do cangaço Jairo Luiz, Canindé de São Francisco e Piranhas, servirão de locações para as filmagens da trilogia sobre o cangaço com os atores Alice Braga, Paulo Goulart e Rodrigo Santoro. Os filmes a serem gravados serão; a Vingança de Lampião, o Massacre de Angicos e Corisco o Vingador de Lampião. As filmagens começam em setembro, na oportunidade o pesquisador disse ainda que o município de Canindé recebe por mês cerca de 35 mil turistas, sendo o segundo polo receptivo do estado de Sergipe.
A secretária Roberlange Feitosa, foi uma das debatedoras do tema, e em suas falas destacou a importância de eventos como este, onde Canindé está sempre participando. “Na cultura do nosso município, existe lendas vivas que lembram o cangaço do sertão, com a gravação deste filme nós Canindeense seremos, mas privilegiados” destacou ela.

Secom/Canindé-SE.