18.8.13

Briga entre Duprat e Gurgel teria sido forjada?

Quando se noticiou que Roberto Gurgel teria desautorizado a vice presidenta da Procuradoria Geral da Republica, muitos comemoram. Teria surgido naquele momento alguém com disposição para enfrentar de frente o Procurador Geral?
De uma hora para outra, pois muitos nunca tinham ouvido falar da senhora Deborah Duprat, ela se tornou a queridinha de parte da esquerda festiva e carente. Sites, blogs e nas redes sociais víamos artigos e notícias dando conta que nascerá ali a “Mulher Maravilha”. É que virou moda transformar os “heróis” instantâneos em super heróis. Um caso emblemático é o do presidente do Supremo, o Joaquim Barbosa, que alto destruiu sua imagem de “Batmam” da justiça com seus arroubos e desvios de conduta na corte.
Um dos poucos que desconfiou da armação da briga na procuradoria foi o Paulo Henrique Amorim que ao dialogar com o “Oráculo”, personagem criado por ele que mais parece seu alto ego. Ele desdenha da briga ao escrever “QUEM APÓIA DEBORAH PARA A PGR?”, e levanta a suspeita ao levantar a desconfiança do Site 247, que estaria usando a estratégia de divulgar a dita briga.
Passavam os dias e a desconfiança já tinha chegado à sala da presidência. A funcionária do povo Dilma Roussef teria pedido a seus auxiliares todas as informações sobre o “quiprocó” na PGR. Não demorou muito e as notícias chegadas aos montões eram de que não passaria briga para Inglês ver. Foi ai que Dona Dilma, que vem a ser a Presidenta do Brasil, decidiu pelo nome de Rodrigo Janot. Ele foi o candidato mais votado em uma eleição promovida pela ANPR - Associação Nacional dos Procuradores da República. Mineiro, com 56 anos, atua no MPF - Ministério Público Federal desde 1984. Exerce o cargo de subprocurador desde 2003. Ele presidiu a ANPR de 1995 a 1997 e já havia integrado a lista tríplice de 2011, que deu o segundo mandato a Roberto Gurgel.
Nas redes sociais muitos se apressaram em afirmar que Janot seria Tucano. Conversando com um Grão Duque do Partido, ele me disse que a informação não procede.

Nas redes sociais há uma dês confiança danada com este nome. Vamos esperar para ver se será mais um queridinho da mídia nativa e se vai engavetar as denuncias contra Tucanos de alto linhagem. O Tremsalão será uma prova de fogo para saber quem é mesmo esse Janot.

Nenhum comentário: