14.8.12

Em entrevista Pastor Heleno cobra onde são aplicados os 10 milhões de reais que entram todos os meses em Canindé.


Emocionado ele diz que vai fazer da cidade um lugar melhor para se viver.

Ontem durante a entrevista que concedeu a Rádio Xingó FM o candidato do PRB Pastor Heleno falou de seu programa de governo. Ele disse que vai reestruturar e criar novos postos de saúde no município, e que vai inaugurar o hospital que está sendo construído a mais de 6 anos e encontra-se com as obras paralisadas. Que vai gerar emprego para que os jovens e pais de famílias não precisem deixar suas casas em busca de trabalho.
Heleno anunciou, dentre muitas ações do seu programa de governo, que quando assumir a prefeitura ira criar bolsas de estudos para os universitários. Ele pretende com isso dar uma educação de qualidade aqueles que pretendem se formar. Falou também que vai criar a casa dos estudantes em Aracaju para aqueles que vão estudar na capital, mas que por dificuldades financeiras deixam de estudar.
Ao falar da Utilização da maquina pública para pressionar os eleitores a votarem no candidato da situação, Heleno se referiu ao programa de distribuição de rendas do município que foi criado por sua candidata à vice Rosa Maria. “É obrigação da prefeitura. Lula deu o Bolsa Família a 11 milhões de pessoas e nunca pressionou ninguém por voto. Nunca se viu alguém receber uma carta de lula cobrando o voto a pessoa por ela ser beneficiada. Muito menos as pessoas serem pisadas como são em Canindé”. Heleno ainda disse que chegou a hora da mudança e essa mudança, segundo ele, se dará no di 07 de outubro.
Ele lembrou aos ouvintes do “abandono” em que a cidade se encontra. Com ruas sem calçamentos, esburacas, sem saneamento, bairros inteiros sem o fornecimento de água, fossas a céu aberto feitas pela a atual administração, “é a pior obra de engenharia que já vi em minha vida”. Heleno então cobrou dos administradores atuais onde são aplicados os mais de 10 milhões de reais que entram no município todos os meses, e fez um desafio, “me digam onde vocês gastaram os quase 1 bilhão de reais que foi arrecadado nestes últimos 8 anos em Canindé. Se você me disserem e me convencerem, eu retiro a minha candidatura. Me mostrem, cadê todo esse dinheiro?”.