26.12.12

Wagner aposta que 2013 será um ano bem melhor.


Ao analisar o desempenho e a capacidade de investimento do Estado ao longo de 2012, o governador Jaques Wagner aposta que a Bahia vai ter um crescimento que deve ser o dobro da média brasileira. Ele traça um cenário otimista para 2013 e define o atual período como "um ano duro, mas graças a Deus a gente conseguiu ultrapassar". A previsão feita no programa de rádio Conversa com o Governador desta terça-feira (25) finaliza as edições de 2012 e ainda traz uma mensagem de Boas Festas do gestor para todos os baianos: "Muita paz, muita saúde, muita tranquilidade em família e desejar que 2013 chegue carregado de boas notícias, para que a gente possa ter, cada vez mais, uma Bahia de todos nós".

O programa destaca também os investimentos do Estado nas mais diferentes áreas como saúde, segurança, desenvolvimento social e economia. Outro assunto bastante comentado é o efeito do longo período de estiagem, considerado o mais longo e severo dos últimos 50 anos. "Estamos fazendo muitas obras estruturantes. Estão aí a Adutora do Algodão, para Guanambi, a Adutora do São Francisco, que já está em teste, para a região de Irecê, Pedras Altas...", detalha ao afirmar que além das obras importantes existe a pretensão da construção de novas barragens para reservar ainda mais água, bem como reforçar as ações emergenciais que ajudaram a socorrer o sertanejo: carro-pipa, cestas básicas e bolsa estiagem.

Dinheiro Novo
Para fazer frente aos efeitos da crise da economia internacional em nosso estado, o governador revela a chegada de recursos da ordem R$ 5 bilhões só para investimentos públicos em estradas, hospitais, delegacias e obras estruturantes. "Vou fazer um programa na área de segurança, que é fundamental, de mais de R$ 600 milhões, todo voltado para a melhoria dos equipamentos da segurança pública", frisa ao focar a destinação do dinheiro para o Departamento de Polícia Técnica, as delegacias, inclusive de interior, a renovação mais ainda a frota de veículos e outros investimentos que vão alavancar a economia.

Wagner lembra que o orçamento do ano de 2012 da Bahia caiu a menos R$ 900 milhões no caixa do governo, mas que ainda assim foi possível realizar muitas ações. Contudo, "Imagina esse volume de dinheiro quantas coisas mais que eu poderia ter feito. Mas não reclamo, porque continuamos fazendo estrada, trabalhando nas áreas prioritárias", registra.

Otimismo com pé no chão
Segundo o governador, em 2013 teremos um cenário bem melhor: juros mais baixos, energia 20% mais barata, muita obra pública de estrada, de ferrovia, de porto e outros setores. "É evidente, que a crise na Europa não vai ficar a vida inteira. Daí vem o meu otimismo com o pé no chão. Até porque o governo federal vai diminuir, a partir de janeiro, o custo da energia em mais de 20%, isso é bom para cada um de vocês que está me ouvindo, e é bom também para a economia como um todo, que vão ficar mais competitiva as nossas empresas", enfatiza.

Nenhum comentário: