26.9.12

Ednaldo da Farmácia dá informação falsa ao TSE

Ele declarou a justiça eleitoral bens que não estão em seu nome.


Ao registrar sua candidatura junto a justiça eleitoral o candidato do PSC – Partido Social Cristão, declarou ser o proprietário da “LEAL FARM, MEDICAMENTOS, DROGRARIA LTDA” com cota no valor de R$ 1.485,00. Segundo o Departamento Nacional de Registro do Comércio, o contrato de constituição de sociedade a que Ednaldo Vieira Barros se refere é de 21 de agosto de 1995. Ocorre que no ano de 2008 todas as cotas foram repassadas a outra pessoa, deixando, assim, de ser o dono da referida farmácia.
O que teria levado a Ednaldo da farmácia, no ano de 2008, a retirar o seu nome do contrato social?
Conhecido como “o farmacêutico da cidade”, já que todos sabem que a conhecida farmácia é de sua propriedade de direito, mesmo não tendo cursado uma faculdade de farmácia, Ednaldo está sendo acusado de ter a empresa que ele declarou ser sua como a única beneficiaria nas vendas de medicamentos para a atual administração do município de Canindé de São Francisco.

Nenhum comentário: