15.4.12

Na infância meu sonho era tão gostoso.

Ele tinha o sabor do arroz com feijão.

Esta semana em uma conversa despretensiosa que eu tive com duas pessoas, me trousse lembranças da minha infância. Do tempo em que eu morava na “outra rua”. Era assim que eu me referia à região da Praça Libanesa, onde vivi boa parte dos meus primeiros anos de vida.

E é desta época que me lembro de “Fedegoso”. Mendigo que perambulava pelas ruas do centro batendo em uma lata de goiabada, deste que ate hoje compramos nos supermercados. E quase que diariamente ele passava por minha casa. Sempre perto ou após a hora do almoço, pedindo comida.

O “prato” era a lata da goiabada. E foi ao ver sempre vê-la que o meu sonho de criança despertou. Eu achava aquela vasilha diferente. E em casa minha mãe não deixava que tivéssemos uma. Todas, após consumirmos o doce, eram jogadas fora. Eu não me conformava com a atitude da minha mãe. Porque Fedegoso podia ter um prato diferente do meu? Se eu poderia ter um igual ao dele!

E foi durante muito tempo o meu sonho de criança, ter uma vasilha porá poder colocar comida, igual ao daquele mendigo que ainda mora em minhas lembranças.

E quando me lembrei dessa história essa semana, pensei em compartilhar com vocês a minha fantasia. E não que no sábado ao meio dia, quando eu estava em casa, após chagar da Igreja, recebi um presente. Uma das pessoas que tinha ouvido a conversa entrou em minha casa com uma vasilha de doce de goiaba com arroz, feijão e um pouco de verduras e me entregou o meu almoço. Rimos muito, e esta foi a minha refeição.

Eu sei o tempo não volta mais. Mas os nossos sonhos e a nossa felicidade poderiam continuar a ser simples assim. Há muito que eu não tinha um dia tão feliz.

Nenhum comentário: