9.4.12

Hoje é Dia de Diniz.


Poucas pessoas conseguem se aproximar dele, não porque seja uma pessoa repulsiva, muito pelo contrario. Por ser verdadeiro em suas palavras, o meu amigo Antônio José Diniz consegue com que as poucas pessoas que convivem com ele, o entenda profundamente. Eu me digo ser uma dessas.

Conheci Diniz na minha infância, mas só vim a ter contato pessoal com ele muitos anos depois. E talvez ele nem se lembre, mas vou contar 3 fatos que mostram a personalidade desse cara.

1 – Após a greve da Chesf em que o Sindicato foi invadido, nós os estudantes precisávamos de um espaço para falar da indignação que existia na sociedade naqueles dias de ditadura. Fui a Diniz e pedi a oportunidade de que sindicalistas e estudantes tivessem acessos aos microfones e ele prontamente se colocou a disposição. Não teve medo.

2 – Com a vinda de Lula pela primeira vez a Paulo Afonso, mais uma vez Diniz abriu a rádio e ele mesmo fez a entrevista. Quando poucos faziam isto no Brasil.

3 – Quando fui convidado por ele para trabalhar em um programa da rádio, ele foi duramente criticado pelos políticos da atual situação, chegando a receber pedidos do meu afastamento. E em uma dessas vezes, eu ouvi Diniz dizer, “você manda na Câmara, nas minhas rádios mando eu”. E foi assim que permaneci durante meses lá aprendendo muito com o meu amigo Diniz.

E hoje é aniversário dele. E eu quero prestar essa homenagem ao meu GRANDE amigo Diniz. Que Deus cuide muito de você. Parabéns.

Nenhum comentário: