24.1.12

Governo Wagner: Não haverá mudanças traumáticas no secretariado.

O Governador da Bahia Jaques Wagner não é um adepto de mudanças bruscas em sua vida e isto ele trouxe para a política que vem praticando no comando do estado nestes cinco anos e poucos dias. Ele talvez não tenha pensado em mudar alguma peça no seu secretariado neste inicio de ano. Mesmo os ocupantes das pastas que possivelmente serão candidatos a prefeitos em suas cidades no interior, esperariam o momento oportuno para desembarcar.
Eis que surge o caso José Sérgio Gabrielle, agora já considerado, ex-presidente da Petrobras. Que foi demitido pela presidenta Dilma no inicio desta semana. Ele só ficou sabendo através do noticiário de sua saída.
Para socorrer Gabrielle, o Governador Wagner se apressou em informar que a saída da Petrobras aconteceu devido a um convite seu para que Sérgio viesse a ocupar uma secretaria em seu governo. Claro que esta informação não convenceu a ninguém fora do Palácio da Aclamação. Isto porque, sendo o ex-presidente é um dos possíveis candidatos do Partido dos Trabalhadores ao Governo do Estado em 2014.
Para não deixar Gabrielle a sol e chuva, o governador terá que mudar algumas das peças do seu governo para acomodar seu amigo de partido. Hoje existem algumas possibilidades onde ele poderá vir a estar no governo do estado. Uma delas seria no lugar de James Correia secretário da Indústria, Comércio e Mineração. Este iria para o lugar de Adalberto Martins que hoje é secretário de Educação no estado. Seria uma modificação “sem traumas”, segundo uma pessoa influente no governo da Bahia. Outra possibilidade que o governador poderá vir a usar será a antecipação da saída de Carlos Brasileiro da Secretaria de Planejamento, já que ele será candidato a prefeito do PT na cidade de Senhor do Bomfim.
Tudo poderá vir a acontecer agora, só porque Wagner precisa acomodar Gabrielle dentro do governo. Seria uma saída honrosa para um caso mal conduzido. A demissão do presidente da Petrobras pelos meios de comunicação.
Wagner não é adepto de mudanças bruscas, mas sabe que não pede deixar um quadro do PT da Bahia tão valoroso com Gabrielle na rua da amargura. Ainda mais que ele é um dos Pré-candidatos a sua vaga em 2014. Quem sobreviver, verá!

Nenhum comentário: