22.12.11

Amauri defende política de comunicação da Bahia.

A dor de cotovelo do DEM na Bahia não passa. Está é a avaliação do deputado federal Amauri Teixeira (PT/BA), que chamou de cínicas as declarações do ex-deputado José Carlos Aleluia contra a Secretaria de Comunicação, concedidas ontem (21) cedo na Rádio Metrópole FM. Para o parlamentar petista, o ataque contra o secretário Robinson Almeida resume o estágio avançado de inanição do DEM. “Aleluia faz parte de um grupo político que amordaçou, oprimiu e, até mesmo, espancou jornalistas baianos. Felizmente, o baiano não tem memória curta. Reconhece muito bem quem usa o microfone para fazer sofismo”, apontou Amauri.

Segundo Amauri, restou o cinismo para o estado raquítico do DEM na Bahia. “De um universo de 417 municípios, o DEM administra apenas 16 prefeituras. Isto não é destruir a oposição, isto representa a vontade da maioria. As urnas disseram não ao DEM”, alfinetou o petista.

Para o deputado, ouvir Aleluia comparar o sistema de comunicação de Jaques Wagner com o que Hitler desenvolveu no século passado dá enjoou. “É muito cinismo, é subestimar a inteligência da população que assistiu um médico que nunca exerceu a profissão construir o maior império de comunicação do estado, as custas do dinheiro público”, desabafou Amauri.

Por Sócrates Santana.

Nenhum comentário: