Dimas Roque: REELEIÇÃO DE RANGEL PODE SER RECADO DO PT.

1.3.10

REELEIÇÃO DE RANGEL PODE SER RECADO DO PT.

Depois da explosão da semana passada, quando bradou e garantiu que não votará no senador César Borges (PR), caso ele seja candidato à reeleição na chapa do govenador Jaques Wagner, o líder do PT na Assembleia Legislativa, Paulo Rangel, ter sido reconduzido à liderança, passa a impressão de ser um recado da bancada petista, mostrando que a resistência a César Borges pode ser maior do que a se imagina no interior do partido.

Nos bastidores, os petistas têm reclamado de que não estão sendo ouvidos pelo governador neste processo. De público, até agora, só a reação de Rangel, que depois calou-se sobre o assunto, e do deputado federal Zezéu Ribeiro. Este deixou claro que não concorda com a presença do senador do PR na chapa majoritária e garantiu que se isto acontecer, a base do PT vai reagir negativamente. “Não dá para tirar da cartola um candidato que é nosso adversário“, teria dito Zezéu em entrevista recente.

Há poucos dias, conversei com um petista histórico e ele confirmou que realmente ainda não estão vencidas as resistências no âmbito do PT em relação a César Borges. O curioso é que as reclamações maiores não estão vindo da ala mais à esquerda do partido, das quais fazem parte os secretários Nelson Pellegrino e Walter Pinheiro, mas sim do grupo majoritário, a antiga Articulação, que é integrada, entre outros, pelo próprio governador e pelo presidente regional Jonas Paulo.

A posição dos deputados estaduais, reelegendo Paulo Rangel, mostra que Jaques Wagner poderá ter trabalho para quebrar as resistências petistas, mesmo contando com o apoio entusiasmado do presidente Lula.

Com informações do Jornal Atarde Online.

Nenhum comentário: